O que fazer no Dia dos Namorados (gringo – Valentine’s Day edition)

O que fazer em um dia dos namorados (gringo)

Feliz dia dos namorados gringo (Valentine’s Day!) (o nosso é só em junho)

Arte por Shigeru Arsw

Hoje é 14 de fevereiro e, se tem uma tradição tão antiga quanto esse blog, é falar de Valentine’s Day. Em geral, todo ano se comenta sobre a tradição (de marketing) japonesa de se dar chocolates de presente nesse dia.

Só que o Valentine’s Day não é limitado a isso. Assim como no nosso dia dos namorados regular (em 12 de junho), o pessoal de outros países aproveita esse dia fazendo coisinhas que casais de namorados costuma fazer…

AVISO: Bastante imagens animadas abaixo.

Sair pra passear, por exemplo. Parques, eventos, shoppings e afins.

Ou ir em algum tipo de encontro mais caro, como ir em um restaurante chique.

Às vezes nem precisa ir muito longe. Podem ficar em casa, assistindo filmes ou séries juntos.

Em geral, o que importa é ficar juntinho.

Aí você, que está sozinho e carente, pode começar a reclamar por essa postagem só ter fotos de casais apaixonados, mas que tal aproveitar a data e o romance no ar para se declarar?

Qualquer coisa, sempre tem a última opção: Depois de trabalhar o dia todo, escrever uma postagem sobre namorados mesmo não namorando (só para mostrar que se importa com quem lê seu blog, awwwn).

cslclaman

Nota de direitos autorais: Anime representado no primeiro e no último gifs é o mesmo: Kobayashi-san chi no Maid Dragon. O restante dos gifs foi obtido pelo Giphy e é só.

(tem mais coisa ainda…)

Continue Lendo “O que fazer no Dia dos Namorados (gringo – Valentine’s Day edition)”

Algumas verdades da vida #5

Ano sabático.

Rico tira ano sabático para viajar e relaxar do cotidiano estressante. Pobre aproveita o fim de semana no churrasco na laje do vizinho ou desce pra praia no feriado para descansar. Universitário fazendo estágio abandona o blog pra conseguir se formar decentemente e dormir pelo menos cinco horas por dia.

Liberdade! Só que não!

cslclaman

P.S.1: O universitário estagiário era eu. Até ano passado. Agora sou desenvolvedor Java que concluiu a faculdade.

P.S.2: Falei “descer” pra praia porque moro em uma cidade no interior de São Paulo, de onde ir para a praia implica em descer a serra.

P.S.3:

Cada vez que alguém entrava nesse blog durante o ano passado e ficava perguntando se algum dia voltaria a ter postagens. Anime: Saekano (AnimeRelacionado 7½, 2ª temporada).

P.S.4: Postagem sobre Valentine’s Day no dia 14 à noite.

O que são 8 anos

Ressuscitando um blog inútil.

Segundo um site de perfil de comportamento conforme a idade, uma criança de 8 anos é tão animada quanto uma de 4, porém mais madura (boa parte já sabe ler e escrever e interage melhor com o mundo à sua volta).

8 anos para um ônibus urbano significa que você já vai chamar esse ônibus de velho – vidros manchados, bancos riscados e gastos, talvez goteiras e um tanto de barulho demais.

8 anos para um presidente, governador ou prefeito significa que ele conseguiu a proeza de ser reeleito uma vez e agora vai ter que deixar seu governo para outro.

8 anos é o tempo de vida de coelhos, andorinhas e gralhas. Mais que isso é sorte.

8 anos para um programa ou sistema empresarial, como um site de banco ou afins, significa que ele já é chamado de legado e é um sistema difícil de manter e de melhorar – provavelmente já se está pensando em um novo sistema para substituí-lo.

8 anos para um blog inútil que passou um ano sem postagens é tão inútil quanto esses dados que passei acima. Mesmo assim, são 8 anos, 37.261 visualizações em 2018 (cerca de 100 por dia)(mesmo com míseras 8 postagens durante o ano inteiro) e nenhuma perspectiva de envelhecimento. Afinal, passam-se os anos, passam-se as tecnologias, ninguém mais lê blog quando se tem montes de canais no YouTube pra tudo, mas sempre vai ter algo inútil pra se falar por aí. Algo que acabe fazendo a gente se distrair e talvez rir um pouco, principalmente em um começo de ano que não teve muita notícia boa…

8 anos de Utilis Inutilis. Ainda está aqui e, se tudo der certo, vai ter postagem semana que vem \o/

cslclaman

P.S.: Para fazer postagem em blog, estou tão enferrujado que anda complicado. A Retrospectiva Anual do Utilis Inutilis referente ao ano de 2018 ainda não saiu e, fora isso, estamos sem agenda de postagens (de novo).

P.S.2: Ainda se lembram de mim?

Anúncio de um suposto colapso brasileiro

Será o apocalipse? Será que vamos ter outro impeachment? Aliás, já abasteceu seu carro hoje?

Achou que esse blog estava morto? Não ainda!

Enfim. Veja a cena: pessoas desesperadas, notícias alarmantes em todo lugar, filas de carros nas estradas e sinais de que tudo o que conhecemos hoje pode parar a qualquer minuto.

THE WORLD IS DOOMED

Isso seria o fim do mundo? Um meteoro se aproxima da Terra? Ou estamos no meio de uma invasão alienígena? Ou zumbis estão atacando qualquer ser vivo que apareça e extinguindo a humanidade?

Nada disso. É apenas o combustível que está acabando nos postos.

Só assim para um posto de combustível de bairro ficar cheio. Foto por: eu mesmo.

O desespero é justificável: caminhoneiros estão parados nas estradas, em greve contra o aumento do valor dos combustíveis. Caminhões parados não entregam produtos, e entre os produtos não entregues estão os combustíveis (gasolina, etanol, diesel, querosene de aviões, carvão, lenha, papel…). Se combustível não chega até os postos, então logo acaba o combustível e ninguém mais anda (de carro, ônibus e outros meios de transporte que dependem desses combustíveis).

PARA TUDO!

Será o caos se aproximando? Será que o Brasil ganha a copa? Será que esse blog volta a ter postagens regulares? Será que lá fora Temeremos pelo futuro? Será que o Brasil voltou (,) vinte anos em dois? Eu não faço ideia dessas respostas mas, por enquanto, vamos finalizar com essa música:

ClaMAN

P.S.: Se todo mundo tivesse carro elétrico ou bicicleta ou simplesmente não tivesse medo de andar a pé, esse problema não seria um problema tão grave.

P.S.2: Eu só ia fazer postagem por aqui no dia 2 de junho, mas tive que publicar alguma coisa sobre isso. Não pude evitar.

Beijos de um morto-vivo

Dia do beijo + Sexta-feira 13.

Dokuro-chan

Hoje é (ou foi) 13 de abril, dia do beijo (o primeiro do ano) e também, por acaso do destino, uma sexta-feira. Lógico que, mesmo depois de dois meses de desaparecimento recesso, eu não podia perder a chance de postar em um dia tão especial, não é? Afinal, em que outro dia de que outro ano eu poderia juntar beijos apaixonados e cenas sangrentas, azaradas e assustadoras?

 Yume Nikki. Arte por Marimo Shounen.

Hoje é (ou foi) um dia péssimo para quem tem triscaidefobia, é um dia de sorte ou de festa para alguns lugares, é um dia comum para outros países que não ligam para essa coisa de sexta-feira 13 (por exemplo, no Japão as pessoas não gostam do número 4, enquanto que o número 13 é normal pra eles). Por fim, hoje é (ou foi) um dia de muita pegação paixão para você que se encaixa em um desses casos:

Caso 1: Você namora um ser que morreu mas, ao mesmo tempo, está vivo.
Caso dois: você namora uma pessoa que suga seu sangue ou é de outra espécie sobrenatural.

Outros casos foram cortados para que essa postagem fosse publicada no dia certo.

cslclaman

P.S.: Ainda não estamos de volta oficialmente.

Tipos de chocolate para o Valentine’s Day

Que tipos de chocolate podem ser dados (ou recebidos) no Valentine’s Day (estilo japonês)?

Hoje, além de Quarta-feira de Cinzas, é Valentine’s Day (para os brasileiros que se importam com isso). Vocês devem se lembrar do que garotas japonesas fazem nessa data e como elas fazem (ou podem fazer) isso.

Esse é o meu presente de amor para você… Kurosawa Ruby, de Love Live!, arte por Yopparai Oni.

Enfim, considerando que você já leu sobre essas coisas aqui no blog (se não leu e não quer ler os links lá em cima, veja nota 1 no rodapé) e tem um pouco de noção de animes, ESSA POSTAGEM É PARA VOCÊ! Se você nem se interessa por animes e nem pelo que japoneses fazem no dia 14 de fevereiro, pelo menos fique pelo chocolate. Se não gosta de chocolate,

Então, que tipos de chocolate você poderia ganhar hoje? (considerando uma hipótese que você siga costumes japoneses e tenha namorada(o).) (referência: minha mente e meus 9 anos de experiência com animes)

Chocolate ao leite (o comum)(comprado pronto):

Asashio, Kantai Collection. Arte por Kayuma.

Aquele sabor gostoso presenteado por uma pessoa que gosta de você de verdade.

Chocolate comum (ou nem tão comum)(feito em casa (veja nota 2)):

Takayama Sayoko, Idolmaster. Arte por Megurumiru.

Vem do tipo de pessoa que se esforça para (tentar) fazer você ficar feliz. Se for bom, é o tipo de pessoa que também se importa com o seu bem estar. Se não estiver tão bom, tente ajudá-la a fazer o chocolate no ano seguinte, essa pessoa pode ter dificuldades (ou só alma de artista) (Nota: em caso de problemas estomacais, procure um médico)

Aquele chocolate barato:

Miyazuki Yozora (uma legítima amiga de infância), de Boku wa Tomodachi ga Sukunai. Arte por Hews Hack.

Vem da amizade de infância. Já são tantos anos de convivência que você tem coragem de criticar na cara… Mas sente falta quando a pessoa não está ao seu lado.

Chocolate meio amargo (ou amargo por fora e doce por dentro):

Akebono, também Kantai Collection (tsundere). Arte por Yuki to Hana.

Quando a pessoa não admite os sentimentos e parece fria com você mas, no fundo, te ama (tsundere).

Chocolate apimentado:

Letty Whiterock, Touhou. Arte por Cato (monocatienus). As outras imagens desse tipo eram pervertidas demais.

Quando a paixão (e a vontade de ir para um lado “mais quente” da relação) é maior.

Chocolate sangrento:

Aragaki Ayase, (yandere de) Ore no Imouto (oreimo pra abreviar). Arte por Layov.

Da pessoa que jurou matar qualquer um que tentasse se intrometer no amor de vocês e que pode te matar caso você não coma o chocolate que ela te deu com tanto carinho. O gosto de sangue é das “inimigas” que tentaram te entregar chocolate antes (e foram derrotadas pelo caminho).

Chocolate sem lactose:

Arte original por Roll (okashi).

Eu ia falar que é aquele tipo de relação falsa (mas isso poderia ofender alérgicos a lactose). Na verdade, poderia ser mais como um relacionamento de manias, regras ou costumes bem definidos.

Chocolate branco:

Remilia Scarlet, de Touhou. Arte por Nikku Ra

Fica para o White Day (14 de março) porque… Bem, é o costume deles.

ClaMAN

Nota 1: Resumo: No Japão, no dia 14 de fevereiro, as garotas costumam dar chocolates às pessoas próximas (não precisa ser necessariamente namorado ou paixão). Claro que para os garotos japoneses (dos animes)(a maioria são nerds virjões), ganhar chocolate de uma garota é um presente e tanto. Lembrando que, no dia 14 de março, ele precisa retribuir com um chocolate branco.

Nota 2: Segundo a cultura dos animes, algumas garotas acham que a melhor maneira de mostrar seu amor para um garoto é fazendo o chocolate à mão. Não me pergunte se elas fazem do zero ou só derretem as barras prontas e moldam do jeito que quiserem.

Continue Lendo “Tipos de chocolate para o Valentine’s Day”

Carnaval: a origem

Um pouco de curiosidades sobre o carnaval… Bem na hora em que o carnaval acaba.

(Parece nome de filme, né?)

Hoje é (ou foi) feriado de carnaval, ou seja, aquela festa de pular, se fantasiar, esquecer os problemas e, em alguns casos, esquecer da civilidade e sair agarrando qualquer um na rua, usar qualquer poste como banheiro, perder os limites e beber (e consumir outras substâncias piores) de monte

Mas tudo bem, é carnaval!

Esse ano, os foliões aproveitaram para reclamar do governo enquanto curtiam a festa. Outros aproveitaram a festa para esquecer do governo. Outros, talvez gente do governo, queriam esquecer da festa. Outros (como eu) nem ligam para a festa (e alguns nem ligam para o governo).

Esse período carnavalesco sempre foi visto como um período mais “livre”. Ou seja, se solta e vai pra rua (veja P.S.1)! Antigamente, eram festividades para comemorar o início da primavera (e para espantar “espíritos maus” do inverno), ou momentos de descontração antes da quaresma (tempo de jejum, oração e penitência para católicos). Tanto que o termo carnaval pode ter origem em carne levare, que é algo como “remover a carne” (ou seja, segundo esse termo, nada de carne durante a quaresma inteira).

Pintura de 1822 dos primórdios do carnaval “made in brazil”. Sim, era bagunça desde os tempos de D. Pedro I.

Os brasileiros, que parece que sempre gostaram de festa (e farra), fizeram os Entrudos, que consistiam de brincadeiras e festas (como o Brasil é grande, cada lugar inventou seu entrudo). Algumas envolviam jogar líquidos (qualquer tipo de líquido, incluindo… Água, isso mesmo!) nas pessoas. Depois vieram os cordões e blocos de carnaval, marchinhas, escolas de samba, trios elétricos e outras variações.

Sorocaba também tem desfile de escolas de samba! Geralmente, a chuva desfila junto.

Agora que você já entendeu um pouquinho sobre essa festa tão adorada pelo povo brasileiro, lembre-se que amanhã já é quarta-feira de Cinzas e a festa acaba.

ClaMAN

P.S.1: se eu referenciei algum grupo militante, entendam que, mesmo que essa seja a intenção, não faço parte de nenhum movimento político, não pretendo fazer propaganda e posso ser contra esse grupo ocasionalmente. Aliás, fora Temer.

P.S.2: Amanhã é Valentine’s Day. Esperem por bastante chocolate (e garotas de anime).

P.S.3: Aliás, hoje teve desfile das escolas de samba de Sorocaba (e, aliás, hoje choveu por aqui).