Dia das Crianças e Doces para Crianças

Doces e crianças: sempre andam juntas por quê?

Anúncios
Criança feliz, feliz a cantar, alegre a embalar seu sonho infantil…

Hoje, 12 de outubro, é (ou foi) dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil (ou seja, montes de pessoas foram em romaria para Aparecida do Norte, SP). Esse dia é feriado desde 1980 (por causa de Nossa Senhora) mas, em um país cuja população católica vem caindo (57% em 2013), todo mundo acha que a razão do feriado é outra: o dia das crianças, instituído em 1924.

Enfim, vamos falar de crianças (afinal, eu tento agradar os leitores, independentemente da religião). E, como visto na imagem no topo da postagem, doces parecem ter tudo a ver com crianças.

Crianças podem ser mais associadas a doces, mas isso é delícia pra qualquer idade.

Coisas doces são apreciadas já pelos mais novos (bebês), então o vício interesse começa aí. Dão energia pra caramba (carboidratos). Liberam hormônios da felicidade (principalmente chocolate – quer coisa melhor que chocolate?). Para seres pequenos que só sabem gritar, rir, brincar, comer (e dormir quando a energia acaba)

Não dê café para essa menina. A humanidade agradece.

Afinal, para qualquer pessoa com menos de 13 anos de idade, a vida ainda é (e deveria ser) doce. Problemas (cáries, obesidade infantil, diabetes) podem (mas não devem) ficar para depois. O que importa é ser feliz.

Então, se você é uma criança (ou pensa como uma) (ou se comporta como uma), aproveite umas balinhas (amanhã, porque agora (23:50) está tarde e é hora de boas crianças estarem na cama) e uns bombons (mas com moderação, para evitar problemas mais tarde (repito: cáries, obesidade infantil, diabetes).

Nota: esses meninos escovaram os dentes depois de chupar esses pirulitos.

Aproveite o (que sobrou do) Dia das Crianças, e que Nossa Senhora Aparecida te abençoe (seja você católico ou não).

ClaMAN

P.S.: Postagem em cima da hora só para animar o blog que anda bem parado.

B Ô N U S :

Oshino Shinobu, de Bakemonogatari. Arte de Lucknight. Mais sobre ela amanhã, mas já adianto que ela não é bem uma criança (por idade), mas adora donuts.

Diário (inútil) do ClaMAN #8

Agendas, compromissos e uso do tempo livre para dormir. O mês foi cheio…

Já perto do fim do mês, eis que surge mais uma postagem dessa série (inútil).

Imagem ilustrativa. O ClaMAN não é a Kalina de Girls Frontline (*leia P.S.1) e (ainda) não está tão estressado e sobrecarregado de trabalho quanto ela nessa fanart. Arte por Otz (Aioerk).

Tem dias em que se acorda e não quer fazer nada. Dentre esses dias, tem aqueles em que você realmente não tem nada de importante para fazer. Porém, passado o feriado de 7 de setembro, não teve um dia ainda que eu pude fazer as coisas que faço quando quero relaxar (acordar tarde, jogar muito, assistir um monte de episódios de anime e ficar acordado até tarde). Afinal, de segunda a segunda acordando cedo, quase todo dia saindo à tarde e, alguns dias, à noite, estudos e trabalhos por todo lado…

Cansei. (Remilia Scarlet, Touhou, arte por Sindre)

É tudo questão de contar o número de compromissos que tem na agenda.

  • Quase nenhum.
  • Alguns eventos esquecíveis ou esparsos.
  • Coisas de rotina, memoráveis.
  • O suficiente para precisar anotar o que tem pra cada dia em uma agenda.
  • Tantos compromissos por dia que já tá na hora de arranjar um assistente pessoal (ou alguém como secretário) para gerenciar tanta coisa.
Se eu tivesse uma agenda, ela seria quase assim.

Por conta de questão de compromissos, períodos livres que eu conseguia nos últimos dias foram investidos em algo precioso: cochilos. Prevejo postagens de monte essa semana para recuperar o tempo perdido (e, quem sabe, o calendário).

ClaMAN

P.S.0: Setembro é assim mesmo, e em outubro piora um pouquinho o ritmo de postagens.

P.S.1: Girls Frontline é (mais) um mobage (jogo para celular) chinês. Nesse, armas são personificadas como garotas.

P.S.2: De coisas que foram aparecendo, perdi o desconto de Steins;Gate no Steam. O pior é que era um desconto bom… T-T

P.S.3: Retrospectiva de setembro a partir de amanhã. Fiquem ligados no Utilis Inutilis.

P.S.4: O primeiro “volume” do Doze Estações está quase terminando de ser refeito reescrito revisado. A intenção era terminar até o fim do mês, mas… Fica pra outubro (no mínimo).

P.S.5: Para não perder o costume…

Nunca provoque uma programadora ao mudar os requisitos de um projeto de repente. Anime: New Game! (2ª temporada)(acredite, é um slice of life tranquilo e sem violência, a arma é de airsoft)

O Twitter disse que hoje é dia dos gatos

Fatos (e imagens) sobre gatos mundo (e internet) afora.

O Twitter disse que hoje (ainda) é dia internacional dos gatos. Até hoje, eu nem sabia desse detalhe.

Mas agora eu sei disso e vou compartilhar com vocês.

Para começar, os gatos que estamos falando são aqueles felinos, que miam, caçavam ratos, peixes e pássaros e, para alguns, concorrem com os cachorros em preferência para animais domésticos. Se chegou aqui procurando outro tipo de gato, tente procurar aqui.

Gatos são famosos. Ditos populares, como “A curiosidade matou o gato” e “Um gato tem 7 vidas” (em outras versões/nações, ele tem 9), mostram essa fama (além de mostrar que gatos são duros na queda tanto quanto são xeretas). Fora isso, gatos foram (ou são, sei lá) base para muitos personagens de desenhos animados, comics e tals.

Não dê lasanha para seu gato ou ele pode acabar como o Garfield.

Sempre tem as pessoas que vão ver vídeos de gatos fofinhos no YouTube e torcer o nariz porque preferem cachorros (bem, gosto não se discute). Algumas tem argumentos (nem tão lógicos) para isso: gatos são esnobes, gatos não tem amor pelos seus donos, gatos são do mal (culpa daquele filme). O pessoal do tempo da idade média (que, felizmente, já passou) pensava dessa mesma forma.

Gatos pretos são, na verdade, bruxas malignas disfarçadas? Tá “serto”, um joinha procê.

Já foi provado (no meu Twitter, inclusive) que gatos podem ser tão carinhosos quanto qualquer outro animal de estimação. Estudos mais “místicos” dizem que gatos até removem energias negativas do local onde vivem e tem poderes curativos e, no Egito antigo e outros locais, gatos eram vistos como deuses.

Como eu já comentei lá em cima, gatos ficaram populares na internet (principalmente em vídeos do youtube). Fora os vídeos do youtube, os gatos são protagonistas de memes, incluindo o popular longcat (gato longo, em tradução literal) e aquela musiquinha chiclete de 2011, Nyan Cat, assim como outras citações.

Quanto tempo você aguenta ouvir?

Por fim, japoneses também gostam de gatos (e coelhos, mas aí é outra história). Como vocês já devem saber, japoneses também gostam de transformar qualquer coisa (incluindo navios de guerra e animais silvestres) em garotas 2D. Como eu não poderia fazer essa postagem sem referências a animes…

Hanekawa Tsubasa, de Bakemonogatari – em certas condições (leia a novel ou veja o anime para saber), ela vira uma neko girl (garota gato). Arte por Kasai Shin

(Tem um vídeo dela aqui).

ClaMAN

P.S.: Tem muitos “Dia de [insira qualquer coisa aleatória aqui]” que só vejo no Twitter…

P.S.2: Tenho bastante postagens previstas para esse mês, só falta inspiração, vontade e tempo para criá-las.

Papel de parede e AnimeRelacionados

Imagens relacionadas a animes só para enrolar os leitores.

Eu pretendia publicar um AnimeRelacionado pra vocês nessas férias, mas um AnimeRelacionado leva quase um dia para ficar pronto (tenho que reassistir o anime, tirar prints, procurar fanarts no Danbooru, etc). Como eu fiquei enrolando e, agora, as férias já estão acabando, nem compensa mais fazer para esse mês.

Então, por enquanto, fiquem com fanart(s) do(s) anime(s) do(s) próximo(s) AnimeRelacionado(s). Podem ser usadas como papéis de parede.

Saenai Heroine no Sodatekata (ou Saekano) – tema do AnimeRelacionado #7½. Arte por Yuurei Yashiki. Resolução: 1920 x 1080.
Flip Flappers – tema do AnimeRelacionado #8 (talvez). Arte por C Otom. Resolução: 743 x 1000 (serve como papel de parede de celular se cortar as bordas).

Além do 7½ (para o mês que vem) e do 8 (para janeiro que vem), tem mais um para outubro (aproximadamente), mas não achei papel de parede decente dele, então vai uma das citações que esse anime nos oferece:

Seitokai no Ichizon – tema proposto para o AnimeRelacionado #7¾. Screencap da 2ª temporada (ONA), ep. 4.

ClaMAN

P.S.: Com o tempo que gastei procurando essas imagens no meu computador, poderia ter feito o AnimeRelacionado 7½.

P.S.2: Tem gente que já voltou a ter aulas, não é? E tem gente que espera uma postagem de volta às aulas, não é? Minha resposta é: Só no dia 31.

Cenas marcantes de beijos para ver no dia do beijo, segunda edição

…Porque a primeira não foi suficiente.

O Twitter ficou me enchendo o saco que hoje é dia do beijo (de novo) e, como eu fiquei devendo algumas cenas yuri na postagem sobre o (primeiro) dia do beijo desse ano…

Hoje, de novo, é dia de pensar em beijos (ou em quem você gostaria de beijar (consentidamente, por favor)). Também é dia de sentir falta de dar uns beijinhos (de novo citando o Twitter… Tem gente que está sem esse tipo de “contato” há mais tempo que este autor).

Enfim, se na primeira postagem eu atendi o público “geral”, agora é hora de ser esquerdista liberal e atender o público LGBT.

(Aviso: daqui para baixo tem spoilers de (animes:) Naruto (hã?), Kuzu no Honkai (de novo), Sakura Trick, (séries:) The L Word. Se não quiser ver cenas que podem revelar sobre a história, beije veja de olhos fechados.)

(Aviso 2: Se procura por cenas mais heterossexuais, recomendo que pare com essa homofobia e depois veja a postagem anterior sobre dia do beijo.)

Continue Lendo “Cenas marcantes de beijos para ver no dia do beijo, segunda edição”

Casais enamorados

Dia dos namorados para todos os tipos de casais

Nota: Depois de uma postagem de trollagem e outra de auto propaganda, essa é a postagem realmente voltada a casais de namorados apaixonados.

AVISO: Apenas imagens de animes daqui para baixo.


Feliz dia dos namorados!

Para aqueles que ainda não perceberam (ou não assumiram), mas poderiam ser um casal

Para casais que já estavam ligados antes mesmo de se conhecerem (esse é pra quem acredita em destino)

Para casais que acabaram juntos por trocas e acasos repentinos

Para casais que transformaram uma rivalidade num interesse em comum

Para casais que, mesmo com as diferenças/estranhezas, se ajudam e, mesmo com seus problemas, ajudam a outros

Para casais que encontraram uns nos outros o afeto, o consolo e a paixão que desejavam

Para casais em uma relação mais virtual que física, mas que mostra que distância não importa para quem tem tecnologia e amor no coração

Para casais que percebem que, depois de tanta coisa que passaram juntos, não dá mais para viver distantes.

Essa postagem é para os casais, simplesmente.


ClaMAN

P.S.1: Sete fanarts de animes animes selecionados para vocês. Adivinhem todos e ganhem um brinde (só clique na imagem para ver a origem depois que adivinharem, tá?).

P.S.1a: Dicas: Um é josei, um é shoujo. Um é filme, o outro é modinha. Tem um que eu já citei mais de uma vez no blog (por enquanto, é o anime do ano de 2017 na minha opinião). Outros quatro também já foram citados em postagens passadas. Todos são imagens de casais oficiais (exceto o primeiro), ou seja, praticamente assumiram namoro. O último é Toradora mesmo, como eu já tinha avisado e como vocês já conhecem (fanart nova, só não sei por quê estão chorando).

P.S.2: Eu faço esforços por vocês (como, por exemplo, percorrer o Danbooru e encontrar montes de fanarts +18). Então, mostrem que apreciam o esforço pelo menos lendo essa postagem. Obrigado.

P.S.3: Ia colocar yuri (para representar casais LBGT), mas o casal que eu queria pegar (Hanabi x Sanae (Kuzu no Honkai)) não é bem um casal na série, então vou ficar devendo (aguardem ano que vem).

B Ô N U S :

Para os “casais” que conseguem conviver com o fato de uma das pessoas na relação não existir no mundo 3D

Não importa se não é 3D, no meu coração eu amo aquela pessoa (ou melhor, personagem)! Tem algo contra?

E tem mais:

Continue Lendo “Casais enamorados”

Saiba separar o mundo 2D do mundo 3D

O mundo real (3D) x O mundo de animes e outras coisas (2D). Mistura?

Para pessoas normais, o mundo de animes, jogos (alguns) e outras mídias relacionadas (mundo bidimensional, 2D) pode ser meio (ou muito) estranho. Como é possível entender aquele idioma estranho, o que há com aquelas reações exageradas, aqueles olhos enormes e aquelas coisas fantásticas impossíveis de acontecer no mundo real (ex.: um casal levar mais de um ano só pra dar as mãos).

Uma delas é 2D, a outra é 3D. Descubra qual é qual.

Para quem já se acostumou com este “estranho” mundo 2D e não sabe mais viver sem ele, pensa que muitas coisas que acontecem no mundo real seriam melhores com um toque “animificador”. Ou talvez já desistiram do mundo real e vivem em função da imaginação, das fanfics, dos dakimakuras (aqueles travesseiros corporais com capas que são personagens de animes em poses perfeitas para se “dormir” juntinho com elas), das novas séries de animes, das waifus e afins. É um mundo sem decepções e sem problemas iguais aos do mundo real.

Essa é a única decepção/problema do 2D, mas tem gente que sabe conviver com isso.

Porém, são dois mundos que não se misturam (exceto por cosplays, tem alguns muito bons)(e a realidade virtual está cada vez mais perto). O mundo real (3D) tem suas particularidades (e, querendo ou não, é nele em que vivemos) e o mundo 2D (da ficção e dos animes) também tem coisas que não deveríamos nem pensar em ver com pessoas de verdade fazendo (como isso).

Enfim, se você ainda pensa que seria legal ver umas coisas de animes na vida real, aqui embaixo tem uma simulação perfeita. Veja e tire suas conclusões.

ClaMAN

P.S.1: A melhor piada (e imagem) é a de destaque mesmo.

P.S.2: Esse vídeo estava jogado nos rascunhos do blog (a salvação para os dias sem ideias). Finalmente dei um destino para ele.

P.S.3: Se o 3D simulando 2D pode ser bizarro, o 2D simulando 3D às vezes fica interessante:

Kanna Kamui de Kobayashi-san chi no Maidragon. Arte por AkiZero.