Beijos de um morto-vivo

Dia do beijo + Sexta-feira 13.

Anúncios
Dokuro-chan

Hoje é (ou foi) 13 de abril, dia do beijo (o primeiro do ano) e também, por acaso do destino, uma sexta-feira. Lógico que, mesmo depois de dois meses de desaparecimento recesso, eu não podia perder a chance de postar em um dia tão especial, não é? Afinal, em que outro dia de que outro ano eu poderia juntar beijos apaixonados e cenas sangrentas, azaradas e assustadoras?

 Yume Nikki. Arte por Marimo Shounen.

Hoje é (ou foi) um dia péssimo para quem tem triscaidefobia, é um dia de sorte ou de festa para alguns lugares, é um dia comum para outros países que não ligam para essa coisa de sexta-feira 13 (por exemplo, no Japão as pessoas não gostam do número 4, enquanto que o número 13 é normal pra eles). Por fim, hoje é (ou foi) um dia de muita pegação paixão para você que se encaixa em um desses casos:

Caso 1: Você namora um ser que morreu mas, ao mesmo tempo, está vivo.
Caso dois: você namora uma pessoa que suga seu sangue ou é de outra espécie sobrenatural.

Outros casos foram cortados para que essa postagem fosse publicada no dia certo.

cslclaman

P.S.: Ainda não estamos de volta oficialmente.

Cenas marcantes de beijos para ver no dia do beijo, segunda edição

…Porque a primeira não foi suficiente.

O Twitter ficou me enchendo o saco que hoje é dia do beijo (de novo) e, como eu fiquei devendo algumas cenas yuri na postagem sobre o (primeiro) dia do beijo desse ano…

Hoje, de novo, é dia de pensar em beijos (ou em quem você gostaria de beijar (consentidamente, por favor)). Também é dia de sentir falta de dar uns beijinhos (de novo citando o Twitter… Tem gente que está sem esse tipo de “contato” há mais tempo que este autor).

Enfim, se na primeira postagem eu atendi o público “geral”, agora é hora de ser esquerdista liberal e atender o público LGBT.

(Aviso: daqui para baixo tem spoilers de (animes:) Naruto (hã?), Kuzu no Honkai (de novo), Sakura Trick, (séries:) The L Word. Se não quiser ver cenas que podem revelar sobre a história, beije veja de olhos fechados.)

(Aviso 2: Se procura por cenas mais heterossexuais, recomendo que pare com essa homofobia e depois veja a postagem anterior sobre dia do beijo.)

Continue Lendo “Cenas marcantes de beijos para ver no dia do beijo, segunda edição”

May the force be with you

Hoje é um ótimo dia para falar de Star Wars.

Ou “May the Fourth be with you” (da série: trocadilhos que perdem totalmente o sentido quando traduzidos para qualquer outro idioma) (Leia P.S.3).

Hoje é o Star Wars Day, um dia para nerds, geeks ou qualquer outra pessoa fã da série celebrarem e falarem sobre a série. Então, que tal eu (tentar fingir que sei alguma coisa sobre esse mundo numa galáxia nem tão distante assim e) comentar sobre os filmes?

Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança: Lançado em 1977, é o primeiro lançado, mas o quarto em ordem cronológica. Para alguns, por ser o primeirão, é o melhor. Detalhe que ele só recebeu seu subtítulo depois do lançamento do segundo filme da série (já que o George Lucas nem tinha certeza se teria segundo filme da série na época que lançou).

Se quiser ler um resumo dele, pode ver aqui, pois eu não tive tempo nem muita vontade pra assistir ainda.

Star Wars Episódio V: O Império Contra-Ataca: Lançado em 1980, teve dificuldades na produção e recebeu críticas mistas, mas tornou-se bem popular com o passar dos anos. Aliás, é dele que vem aquela frase: “Eu sou seu pai” (NÃAAAAAO, spoiler!).

Outro que eu não faço a mínima ideia da história, então leia o resumo aqui e seja feliz.

Star Wars Episódio VI: O Retorno de Jedi: Sua data de lançamento é 1983 (repare que eles tem mais pontualidade que esse blog: a cada 3 anos, um filme novo). Esse filme encerra o que se chama de “trilogia clássica”.

Pela terceira (e não última) vez nesse post, leia o resumo aqui.

Star Wars Episódio I: A Ameaça Fantasma: Na ordem temporal dos eventos da série, esse é o primeiro, mas foi o quarto filme lançado, em 1999, 16 anos depois do lançamento do Episódio VI. Também é o primeiro filme da “trilogia do prelúdio”, ou “nova trilogia”.

Você pode ver o resumo aqui, mas com o calor do lançamento do VIIº episódio em 2015, eu resolvi assisti-lo e fazer comentários sobre ele.

Star Wars Episódio II: Ataque dos Clones: O segundo em ordem temporal e o quinto filme lançado, no ano de 2002 (voltando aos lançamentos a cada 3 anos). Só não rendeu mais bilheteria porque Homem Aranha e O Senhor dos Anéis foram lançados no mesmo ano, porque muitos dizem que o filme é bom (e talvez eu assista-o esse ano, quem sabe…).

Resumo dele aqui nesse link.

Star Wars Episódio III: A Vingança dos Sith: Último da “trilogia do prelúdio”, e o sexto filme lançado. Sua estreia foi em 2005. Teve boas críticas e liga a história dos dois anteriores com a “trilogia clássica” (ainda bem, porque imagina fazerem duas séries com o mesmo nome sem conexão?).

Resumo aqui.

Star Wars Episódio VII: O Despertar da Força: Lançado em 2015, depois de dúvidas e especulações entre os fãs da série durante 10 anos (período no qual a Disney comprou a Lucasfilm e deixou o povo bem receoso), o filme conseguiu “resgatar a essência dos originais ao mesmo tempo em que dá cara nova à franquia” (CINEPOP, 2015).

Esse não tem resumo. Assista e depois conte pra gente.

Outros: Tem séries spin-offs como a animação The Clone Wars, Rogue One, além de uns montes de jogos, brinquedos, desenhos e conteúdo à parte, fora as teorias e fanfics que existem nos “submundos” por aí.

Enfim, se já conhecia os filmes e a série em geral, você pode se divertir com nossa série Numa galáxia nem tão distante assim (afinal, é sempre legal ver as piadas e curiosidades sabendo suas origens).

ClaMAN #QueAForçaEstejaComVocê

P.S.1: Aqui acaba minha hora extra. Se quiserem mais, comentem “Volta Darmstadtio”.

P.S.2: Com essa postagem, não esperem postagens amanhã ou sábado.

P.S.3: Porque o Star Wars Day é hoje? Porque “May the force be with you” (Que a força esteja com você, frase comum no universo Star Wars) pode ser dito mais ou menos como “May the Fourth be (…)”. May, em inglês, é maio. Fourth é o número quatro ordinal. Então, “Que o quarto [dia] de maio esteja com você”, em tradução que perde totalmente o efeito.

P.S.4: Essa postagem foi patrocinada e apoiada pela trilha sonora de Star Wars composta por John Williams. Eu recomendo.

B Ô N U S :

Se eu não colocasse nenhuma referência a anime aqui no meio, ia sentir que ficou muito “ocidentalizado”.

Sexta-feira Santa, ou sexta-feira anual do peixe

Um dia para se comer peixe.

Hoje é feriado – Paixão de Cristo. Tradicionalmente, nesse dia não se come carne. Como grande parte das pessoas não consegue (ou não quer) substituir o bife ou o lombo por um refogado de legumes, resta a tradicional carne branca, ou melhor: peixe.

Exemplo de peixe (se bem que seria cruel comer o Nemo).

(garanto que você, que deixa tudo para última hora, deve ter encarado tanto problema procurando peixe hoje quanto teria se fosse procurar o Nemo)

Pronto, exemplo melhor de peixes para consumo. Levando três você ainda ganha um camarão de brinde.

Estamos perto da Páscoa? Sim, mas não é hora de pensar em coelho assado, colomba pascal e nem em ovos de chocolate. Deixemos essas coisas para daqui a dois dias.

Se você aproveitou que era feriado para dormir até tarde e esqueceu de comprar um peixe, sempre dá pra fritar um ovo. Ou, se estiver nervoso…

Pescar seu próprio almoço é sempre uma opção.

Considerando que você tem a matéria-prima em mãos (o peixe), basta fazer o produto final (peixe assado, peixe frito, sushi (pera, sushi conta?) ou qualquer outra comida com peixe).

Por exemplo, essa bacalhoada parece muito boa.

Seria legal se essa postagem fosse terminar com alguma piada, ou de repente fosse uma propaganda (de peixaria, restaurante de frutos do mar ou coisa assim), mas eu estou sem ideia para um final cômico e o Utilis Inutilis é tão inútil que não tem patrocinadores. Então, bom feriado.

ClaMAN

P.S.: A 3ª imagem (fanart por Cuon) é da Akebono, do jogo Kantai Collection.

P.S.2: A bacalhoada acima é de autoria desconhecida, porque a bacalhoada daqui de casa estava tão boa que quase não sobrou para a janta (não ficaria legal eu tirar foto de uma tigela só com metade de bacalhau, não é?).

P.S.3: Considerem isso como um Imagem e Postagem 9 1/3.

Cenas marcantes de beijos para ver no dia do beijo

Cenas de beijos marcantes – se não viu, agora é a hora.

Hoje é dia do beijo, kiss day, ou o dia do “O estilo de beijo de cada signo”, ou o dia do “Selinho não conta”.

Sendo dia do beijo, isso não faz muita diferença para pessoas como eu (nerds em geral, pessoas com tendências antissociais e friendzonados). Porém, para outras pessoas, esse dia tem mais significado (ou não).

Enfim, como eu já usei a piada do beijinho no ano passado, e eu realmente não sou um expert nessa área “oscular” (*veja P.S.1), estava (e ainda estou) sem ideias (*veja P.S.2) do que postar hoje, mas é melhor uma postagem do que nenhuma, não é?

Então, hoje é dia de rever alguns beijos épicos de filmes e tals (segundo uns sites de notícias (*de novo, veja P.S.2) porque o último filme que eu assisti inteiro foi Kizumonogatari).

AVISO: Contém spoilers de Harry Potter, Homem Aranha, A Dama e o Vagabundo, Toradora e também da Bíblia (Kuzu no Honkai também, mas como tem beijo desde o primeiro episódio nem seria spoiler). Leia com os olhos fechados se não quiser descobrir como as histórias acabam.

Continue Lendo “Cenas marcantes de beijos para ver no dia do beijo”

E então eu resolvi assistir Avatar…

Depois de mais de um ano ouvindo falar de Avatar (o desenho), ClaMAN assistiu e falou o que achou.

Avatar - O Último Mestre do Ar. Imagem nada a ver de hoje. Só coloquei porque a animação foi feita em estúdios sul-coreanos.
Avatar – O Último Mestre do Ar. Se você achou que era aquele filme dos seres azuis, se enganou.

Como raios eu fui assistir isso: Coruja, estagiário-chefe desse blog e amigo meu e do Darmstadtio, vivia falando que Avatar é uma animação interessante, com significados complexos, contextos socio-culturais históricos, e fez questão de me passar a série inteira (três temporadas) para baixar em torrent.

Até onde eu assisti isso: Episódio 15 da primeira parte (assistido há duas semanas).

Pretendo continuar assistindo: Sim (depois que terminar Ore no Imouto e mais uns 20 animes pendentes). Porquê? Tenho que ver as cenas yuri de A Lenda de Korra!

vlcsnap-2015-03-09-21h06m37s185Água, fogo, terra, ar. Há muito tempo, as 4 nações viviam juntas em harmonia, mas tudo mudou quando a nação do fogo atacou. Somente o Avatar, mestre dos 4 elementos, poderia detê-los. Porém, quando o mundo mais precisava dele… Ele desapareceu.

vlcsnap-2015-03-09-21h06m21s9Cem anos depois, Katara e Sokka (irmãos) encontraram o avatar – um dobrador de ar, chamado Aang. Então, eles seguem juntos por várias vilas, enfrentando dobradores de fogo e resolvendo problemas de aldeões, com o objetivo de acabar com a guerra promovida pela nação de fogo.

Meus comentários (sobre o 1º episódio) foram:

  • vlcsnap-2015-03-09-21h13m38s25Feminismo e machismo
  • Maus tratos a animais (montar num bicho gigante voador de 6 patas é abuso sim!)
  • Orgulho hétero
  • Desenvolvimento extremamente rápido (e no episódio 1 eles já estão em altas confusões)

Depois, lembrei-me do tempo em que tinha 13 anos e meu passatempo era assistir episódios de Ben 10 aleatórios que baixava no tempo em que o MegaUpload tinha espera de 45 segundos.

vlcsnap-2015-03-09-21h19m40s70É um desenho para entreter jovens adolescentes? Sim, mas tem alguns significados mais profundos. Tendo lá seus 12, 13 anos não dá pra notar e tendo 19 também não. A proposta é simples: histórias curtas, que começam e acabam em um episódio, e alguns arcos de 2 episódios. Cada história tem uma moral e um final feliz e bonitinho. Ah, fora o graaande vilão, que quer capturar o pobre Aang custe o que custar!

vlcsnap-2015-03-09-21h25m32s6Sim, clichê, até então simples. Sua vida não vai mudar completamente ao ver essa série (a não ser que você seja o Coruja). Porém, não estou dizendo que não gostei. Até o ponto em que assisti, a história era isso, mas tem outras duas temporadas pela frente.

vlcsnap-2015-03-09-21h43m39s44Para fins de entretenimento, cumpre a premissa. Não entendo o suficiente de mensagens nas entrelinhas para falar sobre os sentidos filosóficos de Avatar, ou mesmo o contexto histórico. Quer ver uma review decente? Pode ver aqui, aqui ou aqui, também aqui e aqui.

vlcsnap-2015-03-09-21h50m31s152Tem cenas de luta legais? Sim. Tem personagens bem caracterizados? Sim. Tem uma boa animação? Não na versão mal encodada que eu vi, mas sim. O que me impede de ter a mesma opinião que as resenhas ali de cima? Talvez a minha não-preferência por histórias de ação e guerra e minha base cultural relacionada a animes estranhos.

E então, eu resolvi assistir Avatar. Não perdi meu tempo. Mas não achei tudo isso que falaram para minha pessoa. Resta terminar e ver se mudo minha opinião.

ClaMAN

P.S.: Formem fila aí nos comentários os que discordam da minha opinião e querem me esganar.

P.S.2: E se eu disser que a primeira coisa que eu reclamei foi por ser dublado? Porém, o Coruja é um estagiário tão bom, que o torrent que ele me recomendou veio com todos os arquivos dual audio, e ainda legendas!

Reações ao término de uma história – Parte II

E quando a história acaba, como você se sente? Tente se identificar aí.

Antes de continuar, não quer relembrar a parte 1?

Continuando

4. Para os shippers…

731a7253dc796c0a5248ed8ad28281daMas por que o Rick e a Bel não ficaram juntos? Eles davam um casal tão lindo! Ah, sabe, acho que vou escrever uma fanfic sobre eles!

5. Para a pessoa colecionadora…

7f830a76609abe50e743afa739a55ff1Acabei de reassistir a série dos VHSs originais de 1972! Agora, hora de reassistir os DVDs do remake, enquanto não chegam os pôsters com todo o elenco da versão de 1995. E ah, preciso comprar aquele colar de bolinhas que o Jean Paul Gerard usou, antes que alguém dê um lance maior!

6. Para o pessoal ganancioso que lida com a produção…

98f54d0747e52ad0c3d1284e46912a6bAgora que já lançamos o 20º filme, e se fizéssemos mais um spin-off mostrando o que aconteceu antes do Jack escorregar na casca de banana? Poderíamos arrecadar pelo menos 60% da bilheteria do último filme… Que tal?

7. Para o fã da história original que viu a adaptação até o fim e achou que não tinha nada a ver…

4881ad7e6826eeb2dce218ee3f49e4e2Caramba! Depois daquelas cenas aleatórias de dança, achei que nada podia ser mais diferente, mas esse final foi muito ruim! Faz parecer que os 58 volumes do mangá original são uma m****! Depois dessa, estou com medo de ver o filme que prometeram…

E, na boa, se você não tivesse gostado pelo menos um pouco, teria desistido no meio… Mas aguentou até o fim! (eu sei, foi só pra criticar a série, não foi?)

ClaMAN

P.S.: Duvido que tenha uma parte III.

P.S.2: Demorei para postar por um bom motivo: estava organizando as imagens do meu computador. Afinal, precisava colocar boas imagens nessa postagem! Entendem? Não? Ok :(