Anúncio de um suposto colapso brasileiro

Será o apocalipse? Será que vamos ter outro impeachment? Aliás, já abasteceu seu carro hoje?

Anúncios

Achou que esse blog estava morto? Não ainda!

Enfim. Veja a cena: pessoas desesperadas, notícias alarmantes em todo lugar, filas de carros nas estradas e sinais de que tudo o que conhecemos hoje pode parar a qualquer minuto.

THE WORLD IS DOOMED

Isso seria o fim do mundo? Um meteoro se aproxima da Terra? Ou estamos no meio de uma invasão alienígena? Ou zumbis estão atacando qualquer ser vivo que apareça e extinguindo a humanidade?

Nada disso. É apenas o combustível que está acabando nos postos.

Só assim para um posto de combustível de bairro ficar cheio. Foto por: eu mesmo.

O desespero é justificável: caminhoneiros estão parados nas estradas, em greve contra o aumento do valor dos combustíveis. Caminhões parados não entregam produtos, e entre os produtos não entregues estão os combustíveis (gasolina, etanol, diesel, querosene de aviões, carvão, lenha, papel…). Se combustível não chega até os postos, então logo acaba o combustível e ninguém mais anda (de carro, ônibus e outros meios de transporte que dependem desses combustíveis).

PARA TUDO!

Será o caos se aproximando? Será que o Brasil ganha a copa? Será que esse blog volta a ter postagens regulares? Será que lá fora Temeremos pelo futuro? Será que o Brasil voltou (,) vinte anos em dois? Eu não faço ideia dessas respostas mas, por enquanto, vamos finalizar com essa música:

ClaMAN

P.S.: Se todo mundo tivesse carro elétrico ou bicicleta ou simplesmente não tivesse medo de andar a pé, esse problema não seria um problema tão grave.

P.S.2: Eu só ia fazer postagem por aqui no dia 2 de junho, mas tive que publicar alguma coisa sobre isso. Não pude evitar.

Beijos de um morto-vivo

Dia do beijo + Sexta-feira 13.

Dokuro-chan

Hoje é (ou foi) 13 de abril, dia do beijo (o primeiro do ano) e também, por acaso do destino, uma sexta-feira. Lógico que, mesmo depois de dois meses de desaparecimento recesso, eu não podia perder a chance de postar em um dia tão especial, não é? Afinal, em que outro dia de que outro ano eu poderia juntar beijos apaixonados e cenas sangrentas, azaradas e assustadoras?

 Yume Nikki. Arte por Marimo Shounen.

Hoje é (ou foi) um dia péssimo para quem tem triscaidefobia, é um dia de sorte ou de festa para alguns lugares, é um dia comum para outros países que não ligam para essa coisa de sexta-feira 13 (por exemplo, no Japão as pessoas não gostam do número 4, enquanto que o número 13 é normal pra eles). Por fim, hoje é (ou foi) um dia de muita pegação paixão para você que se encaixa em um desses casos:

Caso 1: Você namora um ser que morreu mas, ao mesmo tempo, está vivo.
Caso dois: você namora uma pessoa que suga seu sangue ou é de outra espécie sobrenatural.

Outros casos foram cortados para que essa postagem fosse publicada no dia certo.

cslclaman

P.S.: Ainda não estamos de volta oficialmente.

Tipos de chocolate para o Valentine’s Day

Que tipos de chocolate podem ser dados (ou recebidos) no Valentine’s Day (estilo japonês)?

Hoje, além de Quarta-feira de Cinzas, é Valentine’s Day (para os brasileiros que se importam com isso). Vocês devem se lembrar do que garotas japonesas fazem nessa data e como elas fazem (ou podem fazer) isso.

Esse é o meu presente de amor para você… Kurosawa Ruby, de Love Live!, arte por Yopparai Oni.

Enfim, considerando que você já leu sobre essas coisas aqui no blog (se não leu e não quer ler os links lá em cima, veja nota 1 no rodapé) e tem um pouco de noção de animes, ESSA POSTAGEM É PARA VOCÊ! Se você nem se interessa por animes e nem pelo que japoneses fazem no dia 14 de fevereiro, pelo menos fique pelo chocolate. Se não gosta de chocolate,

Então, que tipos de chocolate você poderia ganhar hoje? (considerando uma hipótese que você siga costumes japoneses e tenha namorada(o).) (referência: minha mente e meus 9 anos de experiência com animes)

Chocolate ao leite (o comum)(comprado pronto):

Asashio, Kantai Collection. Arte por Kayuma.

Aquele sabor gostoso presenteado por uma pessoa que gosta de você de verdade.

Chocolate comum (ou nem tão comum)(feito em casa (veja nota 2)):

Takayama Sayoko, Idolmaster. Arte por Megurumiru.

Vem do tipo de pessoa que se esforça para (tentar) fazer você ficar feliz. Se for bom, é o tipo de pessoa que também se importa com o seu bem estar. Se não estiver tão bom, tente ajudá-la a fazer o chocolate no ano seguinte, essa pessoa pode ter dificuldades (ou só alma de artista) (Nota: em caso de problemas estomacais, procure um médico)

Aquele chocolate barato:

Miyazuki Yozora (uma legítima amiga de infância), de Boku wa Tomodachi ga Sukunai. Arte por Hews Hack.

Vem da amizade de infância. Já são tantos anos de convivência que você tem coragem de criticar na cara… Mas sente falta quando a pessoa não está ao seu lado.

Chocolate meio amargo (ou amargo por fora e doce por dentro):

Akebono, também Kantai Collection (tsundere). Arte por Yuki to Hana.

Quando a pessoa não admite os sentimentos e parece fria com você mas, no fundo, te ama (tsundere).

Chocolate apimentado:

Letty Whiterock, Touhou. Arte por Cato (monocatienus). As outras imagens desse tipo eram pervertidas demais.

Quando a paixão (e a vontade de ir para um lado “mais quente” da relação) é maior.

Chocolate sangrento:

Aragaki Ayase, (yandere de) Ore no Imouto (oreimo pra abreviar). Arte por Layov.

Da pessoa que jurou matar qualquer um que tentasse se intrometer no amor de vocês e que pode te matar caso você não coma o chocolate que ela te deu com tanto carinho. O gosto de sangue é das “inimigas” que tentaram te entregar chocolate antes (e foram derrotadas pelo caminho).

Chocolate sem lactose:

Arte original por Roll (okashi).

Eu ia falar que é aquele tipo de relação falsa (mas isso poderia ofender alérgicos a lactose). Na verdade, poderia ser mais como um relacionamento de manias, regras ou costumes bem definidos.

Chocolate branco:

Remilia Scarlet, de Touhou. Arte por Nikku Ra

Fica para o White Day (14 de março) porque… Bem, é o costume deles.

ClaMAN

Nota 1: Resumo: No Japão, no dia 14 de fevereiro, as garotas costumam dar chocolates às pessoas próximas (não precisa ser necessariamente namorado ou paixão). Claro que para os garotos japoneses (dos animes)(a maioria são nerds virjões), ganhar chocolate de uma garota é um presente e tanto. Lembrando que, no dia 14 de março, ele precisa retribuir com um chocolate branco.

Nota 2: Segundo a cultura dos animes, algumas garotas acham que a melhor maneira de mostrar seu amor para um garoto é fazendo o chocolate à mão. Não me pergunte se elas fazem do zero ou só derretem as barras prontas e moldam do jeito que quiserem.

Continue Lendo “Tipos de chocolate para o Valentine’s Day”

Carnaval: a origem

Um pouco de curiosidades sobre o carnaval… Bem na hora em que o carnaval acaba.

(Parece nome de filme, né?)

Hoje é (ou foi) feriado de carnaval, ou seja, aquela festa de pular, se fantasiar, esquecer os problemas e, em alguns casos, esquecer da civilidade e sair agarrando qualquer um na rua, usar qualquer poste como banheiro, perder os limites e beber (e consumir outras substâncias piores) de monte

Mas tudo bem, é carnaval!

Esse ano, os foliões aproveitaram para reclamar do governo enquanto curtiam a festa. Outros aproveitaram a festa para esquecer do governo. Outros, talvez gente do governo, queriam esquecer da festa. Outros (como eu) nem ligam para a festa (e alguns nem ligam para o governo).

Esse período carnavalesco sempre foi visto como um período mais “livre”. Ou seja, se solta e vai pra rua (veja P.S.1)! Antigamente, eram festividades para comemorar o início da primavera (e para espantar “espíritos maus” do inverno), ou momentos de descontração antes da quaresma (tempo de jejum, oração e penitência para católicos). Tanto que o termo carnaval pode ter origem em carne levare, que é algo como “remover a carne” (ou seja, segundo esse termo, nada de carne durante a quaresma inteira).

Pintura de 1822 dos primórdios do carnaval “made in brazil”. Sim, era bagunça desde os tempos de D. Pedro I.

Os brasileiros, que parece que sempre gostaram de festa (e farra), fizeram os Entrudos, que consistiam de brincadeiras e festas (como o Brasil é grande, cada lugar inventou seu entrudo). Algumas envolviam jogar líquidos (qualquer tipo de líquido, incluindo… Água, isso mesmo!) nas pessoas. Depois vieram os cordões e blocos de carnaval, marchinhas, escolas de samba, trios elétricos e outras variações.

Sorocaba também tem desfile de escolas de samba! Geralmente, a chuva desfila junto.

Agora que você já entendeu um pouquinho sobre essa festa tão adorada pelo povo brasileiro, lembre-se que amanhã já é quarta-feira de Cinzas e a festa acaba.

ClaMAN

P.S.1: se eu referenciei algum grupo militante, entendam que, mesmo que essa seja a intenção, não faço parte de nenhum movimento político, não pretendo fazer propaganda e posso ser contra esse grupo ocasionalmente. Aliás, fora Temer.

P.S.2: Amanhã é Valentine’s Day. Esperem por bastante chocolate (e garotas de anime).

P.S.3: Aliás, hoje teve desfile das escolas de samba de Sorocaba (e, aliás, hoje choveu por aqui).

Coisas que é melhor não fazer nas férias escolares

Antes de fazer alguma coisa, pense se você não está fazendo isso errado… E pense se deveria fazer isso nas suas férias.

Ainda estamos no meio de janeiro. Isso significa pelo menos mais 15 dias de férias para aqueles que vão voltar às aulas no começo de fevereiro.

Férias significam muitas oportunidades para fazer coisas, incluindo essas opções para quem não quer desperdiçar os dias sem aulas, cursos, trabalhos e etc. O problema é que recebi inúmeros comentários (leia P.S.1) de gente que entendeu mal (ou melhor, não entendeu) o que tentei falar na postagem anterior, então vamos lá:

Coisas que você não deveria fazer nas férias escolares

Tentar invadir uma escola: Tem instituições de ensino que oferecem cursos e atividades nas férias mas, se a escola onde você estuda não é desse tipo, não insista. Se você quer estudar nas férias, procure outras escolas na sua cidade ou cursos online, mas não fique amolando os professores de escolas em recesso, não tente seduzir os seguranças e nem tente pular portões ou muros só pra entrar na escola. Mesmo que suas intenções sejam boas, não me responsabilizo por invasões à propriedade alheia.

Achar que está num shopping quando vai a um museu: Museus são locais para você contemplar obras de arte e relíquias por lá, e não para ficar tirando selfies, comendo e sujando tudo, brincando com as obras expostas, gritando… Não me responsabilizo por broncas e expulsões.

Se perder em uma floresta ou coisa parecida: Ok, você gosta de aventura? E acha que vai ser legal entrar em uma floresta, ou visitar uma ilha isolada, ou andar por um deserto inexplorado… Pode até ser, mas quando a bateria do celular acabar e você não souber mais onde está, quem é ou qual é o caminho de volta, te desejo sorte para sair vivo e inteiro. Não me responsabilizo por choro ou por ossos quebrados.

Destruir sua casa para reconstruí-la depois: Nem sempre estamos satisfeitos com o que temos. Mesmo assim, não acho que uma nova casa fique pronta e habitável em um mês (ou menos, dependendo da duração das suas férias). Além disso, em nossa sociedade capitalista, nada sai de graça – e digamos que uma reforma seja mais barata que uma construção do zero. Não me responsabilizo por gastos com pedreiros e aluguel durante a reconstrução.

Reclamar de salário de trabalho temporário: É ótimo que você tenha conseguido um estágio ou treinamento temporário, mas lembre-se que você provavelmente não vai trabalhar muito tempo nesse lugar e que não compensa pedir aumento. Aliás, como vai provar que seu trabalho (de estagiário) merece aumento? “Ah, chefe, reconheça meus dois dias de trabalho duro…”. Não me responsabilizo por demissões.

Na dúvida, pense antes de fazer certas coisas, ou nem faça. Para esses casos, existe Netflix, Steam e outras coisas para passar o tempo.

ClaMAN

P.S.1: Colocar que recebi inúmeros comentários é emocionante, mas na verdade ninguém comentou sobre a postagem anterior.

P.S.1,5: Não seja um ninguém: comente alguma coisa.

P.S.2: Steins;Gate é ótimo. É demorado para ler (de 30 a 50 horas, segundo o VNDB – isso implica muito texto), mas é ótimo. Não terminei ainda (8 horas de jogo por enquanto), mas ainda é ótimo.

Tradução: “Eu suponho que, da sua perspectiva, parece que somos nós que estamos dentro do monitor. Hehehe, mas é nesse ponto em que você se engana!”

P.S.3: Não, ainda não fiz a agenda de 2018. Talvez eu nem faça. A vida sem um roteiro pode ser boa também… (só que, sem a agenda, a garantia de uma postagem por semana (no mínimo) fica ameaçada).

Faltam só 10 anos e 2 dias para 2028

Previsões (sem nenhuma base científica) para 2028 (porque fazer previsões para 2018 é muito comum)

Hoje é o penúltimo dia de 2017. Ou seja, amanhã é o último dia de 2017 (AHH, NÃO DIGA!) e depois de amanhã já estaremos em 2018.

Como o tempo passa…

Por falar em 2018, e ano novo, agora é hora das promessas para o ano que está chegando. Ser mais organizado, fazer dieta, ser mais gentil e paciente, terminar a faculdade, etc. No final, a gente sabe que metade dessas coisas não vai se realizar, mas ignoremos.

Na verdade, a gente não sabe como vai ser 2018. Só dá pra apostar.Eu até faria apostas, mas prefiro não arriscar (e sei que nunca acerto mesmo…). O que eu quero inventar são apostas do que vai acontecer em 2028! Afinal, 2018 é daqui a dois dias só, melhor pensar longe!

Então, em 2028…

Política

  • Trump e Kim Jong-un, se ainda estiverem vivos, vão estar casados e terão criado o país Estados Unidos da América e da Coreia (do Norte).
  • Nesse ano (se não mudarem as datas de eleições), estaremos reelegendo prefeitos e vereadores que atualmente são prefeitos e vereadores nas nossas cidades.
  • Teremos acabado de tirar do governo mais um presidente por causa de denúncias. A denúncia é que esse governante não soube usar corretamente o dinheiro público e “repassá-lo” aos deputados, então estes votaram para encerrar o mandato.

Transporte e mobilidade

  • Carros ainda não vão voar. Porém, teremos um trânsito infernal de carros autônomos disputando espaço com alguns carros não autônomos. E não adianta dizer que a culpa foi do carro que não prestou atenção.
  • O preço da energia (para abastecer carros elétricos) será tão alto quanto o valor da gasolina.
  • Pedestres continuarão sendo pedestres. Quem tem dinheiro terá jetpacks. (imagine o tanto de crianças que sairão voando por aí e acabarão perdidas…)

Tecnologia

  • Smartphones terão telas dobráveis, e os menores modelos terão tamanho de 15 polegadas. Monitores de computador começarão em 25 polegadas e a menor TV à venda terá 50 polegadas. Lógico que não existirá ninguém com visão ótima nesse mundo.
  • Aliás, por falar em visão, óculos serão como celulares, mostrando informações e notificações úteis… Junto com anúncios que tampam sua visão se você não pagar as taxas mensais da internet 9G. Ah, e se acabar a bateria desses óculos, você terá um par de lentes sem grau inúteis.
  • Mesmo com celulares com tela gigante, não existirá nenhum aplicativo útil de anotações e leitura de arquivos, então provas e trabalhos continuarão sendo feitas e impressas em sulfite.
  • Ladrões se especializarão em roubos e crimes cibernéticos. Afinal, entra ano, sai ano e sempre tem gente que cai em golpe de “clique aqui para renovar sua conta”. Claro que a polícia cibernética estará lá para ver vídeos de gatinhos enquanto deveria fiscalizar o tráfego de rede.

Sustentabilidade e ecologia

  • Algumas cidades (e uns países) que tinham poluição extrema não são mais habitáveis, estando na mesma categoria que regiões que sofreram acidentes radioativos. A previsão é que voltem a ser habitáveis em 100 anos.
  • Em cidades mais desenvolvidas, todo o lixo será sempre revistado – se você jogar algo reciclável em lixo orgânico, pagará multa. Se errar a cor do lixo (exemplo: jogar plástico no cesto amarelo, de vidro), também pagará multa.
  • Além de comida transgênero transgênica, veremos também comida reciclada. Será extremamente barata e cientistas disseram que é saudável.

Economia

  • O bitcoin estava valendo muito pouco, então foi criado o bytecoin (que vale 8 bitcoins) e, posteriormente (por desvalorização do bytecoin), foi criado o kilobytecoin, ou KBcoin (que vale 1024 bytecoins). (piada de programador)
  • Cartões de crédito serão substituídos por NFC e suas digitais. O dinheiro real, em papel, ainda existirá para aqueles que trocaram seus membros de carne e osso por partes mecânicas e, por isso, não tem digitais.

Saúde e corpo

  • Aliás, teremos “ciborgues”. Em parte. Na verdade, serão pessoas que foram pagas para (ou obrigadas a) implantar partes eletromecânicas no seu corpo para fazer serviços pesados ou específicos (imagine se você fosse um cirurgião e, em vez de uma mão imprecisa, tivesse um conjunto de bisturis, facas, agulhas e afins no braço, prontas para uso?).
  • Pessoas que sofrem de anorexia podem comprar kits que projetam a ilusão de que ela está sempre magra e de que as comidas que come são saudáveis e pouco calóricas. Porém, está gerando uma onda de uma doença em que as pessoas acham que são magras, mas são super obesas.

Cultura e entretenimento

  • Metade dos filmes que estrearão será remake de filmes antigos. E a pipoca dos cinemas será mais cara que o ingresso para o filme.
  • Dez anos após o final da onda de animes em que o protagonista viaja para um mundo alternativo, será o tempo das séries em que o protagonista que viajou para um mundo alternativo retorna ao mundo de origem.
  • Quem precisa de namoradas joystick quando se possui equipamentos e jogos de realidade virtual imersivos ao extremo? (nota: já não há mais casamentos e nem nascimentos no Japão).
  • Vários artistas e bandas que nem existiam mais vão voltar… Por “culpa” de sintetizadores de voz e algoritmos que compõem músicas baseadas no estilo dessas bandas. Sim, será controverso mas… Quem liga? Produtoras estão ganhando rios de dinheiro de qualquer maneira.
  • Canais de TV tradicionais (exceto os abertos, esses não contam) estarão extintos e se converterão a serviços de streaming sob demanda para concorrerem com o Netflix e outros. Ou seja, quando for pegar um pacote de TV por assinatura, não haverão canais, mas sim “provedores de serviços”. Quanto melhor a qualidade (16K é o que haverá de melhor), mais caro.
Yay. Kirisame Marisa, Touhou, arte por Yamabuki (Yusuraume)

Variedades

  • Por falar em algoritmos, o ClaMAN provavelmente já terá ganhado o prêmio Nobel da informática (se não existe, vai existir) por uso de inteligência artificial e aprendizagem de máquina para classificar animes de acordo com o gosto (e os fetiches) de cada pessoa com precisão de 99,9%. Se chegar a isso, lógico que ele nem terá qualquer tipo de companhia como namorada ou esposa (ou talvez terá, com as tecnologias de realidade virtual e projetamento de ilusões).

Se alguma dessas coisas realmente acontecer em 2028, é mera coincidência. Não me responsabilizo.

ClaMAN

P.S.: As postagens desse fim de ano estão mais longas do que eu esperava.

P.S.2: Curiosidades inúteis: A adaptação para anime de Toradora! estreou em 2008. Significa que, ano que vem, fará 10 anos (pois é, o anime da Taiga é mais antigo do que parece). Logo, em 2028, terá 20 anos.

P.S.3: Outra curiosidade inútil: Eu farei 33 anos em 2028. Se o Utilis Inutilis existir até esse ano, estará com 17 anos de existência… Logo, eu tinha 16 anos quando inventei essa coisa. Eu era jovem…