Casais enamorados

Dia dos namorados para todos os tipos de casais

Nota: Depois de uma postagem de trollagem e outra de auto propaganda, essa é a postagem realmente voltada a casais de namorados apaixonados.

AVISO: Apenas imagens de animes daqui para baixo.


Feliz dia dos namorados!

Para aqueles que ainda não perceberam (ou não assumiram), mas poderiam ser um casal

Para casais que já estavam ligados antes mesmo de se conhecerem (esse é pra quem acredita em destino)

Para casais que acabaram juntos por trocas e acasos repentinos

Para casais que transformaram uma rivalidade num interesse em comum

Para casais que, mesmo com as diferenças/estranhezas, se ajudam e, mesmo com seus problemas, ajudam a outros

Para casais que encontraram uns nos outros o afeto, o consolo e a paixão que desejavam

Para casais em uma relação mais virtual que física, mas que mostra que distância não importa para quem tem tecnologia e amor no coração

Para casais que percebem que, depois de tanta coisa que passaram juntos, não dá mais para viver distantes.

Essa postagem é para os casais, simplesmente.


ClaMAN

P.S.1: Sete fanarts de animes animes selecionados para vocês. Adivinhem todos e ganhem um brinde (só clique na imagem para ver a origem depois que adivinharem, tá?).

P.S.1a: Dicas: Um é josei, um é shoujo. Um é filme, o outro é modinha. Tem um que eu já citei mais de uma vez no blog (por enquanto, é o anime do ano de 2017 na minha opinião). Outros quatro também já foram citados em postagens passadas. Todos são imagens de casais oficiais (exceto o primeiro), ou seja, praticamente assumiram namoro. O último é Toradora mesmo, como eu já tinha avisado e como vocês já conhecem (fanart nova, só não sei por quê estão chorando).

P.S.2: Eu faço esforços por vocês (como, por exemplo, percorrer o Danbooru e encontrar montes de fanarts +18). Então, mostrem que apreciam o esforço pelo menos lendo essa postagem. Obrigado.

P.S.3: Ia colocar yuri (para representar casais LBGT), mas o casal que eu queria pegar (Hanabi x Sanae (Kuzu no Honkai)) não é bem um casal na série, então vou ficar devendo (aguardem ano que vem).

B Ô N U S :

Para os “casais” que conseguem conviver com o fato de uma das pessoas na relação não existir no mundo 3D

Não importa se não é 3D, no meu coração eu amo aquela pessoa (ou melhor, personagem)! Tem algo contra?

E tem mais:

Continue Lendo “Casais enamorados”

O que NÃO fazer em um dia dos namorados (2)

Você é uma pessoa que namora? Você quer zoar a pessoa que namora? Se você tem certeza das duas respostas, essa postagem pode ser interessante.

Esse, ao contrário do primeiro, é para quem tem namorado, namorada ou o que quer que seja.

Casal de Tamako Market. Arte por Momose.

Se você namora alguém, deve ser porque gosta da pessoa, talvez até pense em um futuro a dois (ou a três, quatro, etc (leia-se: filhos)).

Dependendo do seu romantismo e da sua situação financeira, deve ter planejado algo para hoje – jantar, encontro, presentes, noite especial… E não espera que algo dê errado.

Essa parte do encontro foi depois de assistir um filme. (Nota: antes de rir, pense que toda forma de amor é válida)

Porém, se você tem espírito zoeiro, adora ver a desgraça alheia e já tem ideias de como vai curar os corações partidos depois dessa brincadeira (recomendo chocolates, presentes, viagem para algum lugar muito bom e muito amor), tente isso.

Lembrando que eu sou imune a qualquer tipo de reclamações de “ah, deu errado”. Não testei isso e, de qualquer forma, como testaria? (afinal, terminar um namoro que nem existe é impossível até onde eu sei).

Se não quer assistir o vídeo (ou um dos similares, existem milhares de vídeos que fazem a mesma coisa), eu explico por texto:

  1. Entre em contato com a pessoa que você namora (ajuda se você passar algum tempo meio distante dela)
  2. Avise que a situação não está boa (se usar metáforas, ajuda – ou pode fazer igual o vídeo que coloquei e usar versos de músicas sobre dor de cotovelo (Adele?)).
  3. Desvie de qualquer pergunta que a pessoa fizer
  4. Conclua assumindo que está terminando o namoro, cada um pro seu lado, um dia vou encontrar alguém como você (Adele²). É importante mostrar sua firmeza nessa decisão.
  5. Veja a reação e prepare-se para o drama. Lembre-se que tudo pode dar errado e a pessoa realmente terminar o namoro. Esteja preparado para uma DR (discussão de relacionamento).

Não me responsabilizo por casais terminados. Se quiser culpar alguém, culpe a Laís Vieira Sinecelli Meirel.

ClaMAN

P.S.1: Esperava algo romântico ou fofinho? Só à noite.

P.S.2: Esperava imagem da Taiga e Ryuuji? Só à noite.

P.S.3: Anúncio interessante (ou não) à tarde.

Músicas para o Dia das Mães

Músicas para você ouvir pensando na sua mãe.

Seguindo a linha musical do blog…

Essa postagem é para você que ainda não se cansou de ouvir as mesmas músicas em lojas, comemorações e eventos durante o dia das mães (hoje). Essa postagem também serve se você achar que sua mãe ainda não enjoou dessas mesmas músicas e não comprou presente pra ela, então acha que serve uma musiquinha, um cartão feito à mão em folha de caderno e um beijinho.

A primeira é a clássica Como é grande o meu amor por você, do Roberto Carlos.

A letra da música não cita a palavra “mãe”, mas dificilmente se vê festinha de escola ou evento na igreja sem que toquem (e cantem) essa música. Afinal, não existe nada como o amor entre mãe e filho, ah, o amor…

A segunda é a música Mãe do Fábio Jr.

Essa eu nunca ouvi (até hoje), e é boa para você mostrar para aquela mãe que gosta mais do Fábio Jr. do que do Roberto Carlos.

A terceira é Coração de Mãe, da cantora Aline Barros

Amor e coração tem tudo a ver, não é? Dizem que coração de mãe é gigante e aceita qualquer um, então acho que tá valendo.

A quarta (e última de hoje) é do Daniel, e se chama Por toda a minha vida (não confundir com essa música do Tom Jobim).

Mais um cantor romântico invadindo a cena do dia das mães com uma música sobre mães.

Agora que já ouviu essas músicas, e talvez, se possível, tenha tocado para sua mãe ouvir também, que tal fazer um café da manhã com pão com ovo e achocolatado para ela, ou lavar a louça pra ela depois do almoço, ou qualquer outra coisa? (é nessa hora que os leitores fogem)

ClaMAN – desejando um Feliz Dia das Mães

P.S.: Ainda acho que a música do Roberto Carlos é a mais tocada em dias como hoje. Só coloquei as outras para preencher espaço.

May the force be with you

Hoje é um ótimo dia para falar de Star Wars.

Ou “May the Fourth be with you” (da série: trocadilhos que perdem totalmente o sentido quando traduzidos para qualquer outro idioma) (Leia P.S.3).

Hoje é o Star Wars Day, um dia para nerds, geeks ou qualquer outra pessoa fã da série celebrarem e falarem sobre a série. Então, que tal eu (tentar fingir que sei alguma coisa sobre esse mundo numa galáxia nem tão distante assim e) comentar sobre os filmes?

Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança: Lançado em 1977, é o primeiro lançado, mas o quarto em ordem cronológica. Para alguns, por ser o primeirão, é o melhor. Detalhe que ele só recebeu seu subtítulo depois do lançamento do segundo filme da série (já que o George Lucas nem tinha certeza se teria segundo filme da série na época que lançou).

Se quiser ler um resumo dele, pode ver aqui, pois eu não tive tempo nem muita vontade pra assistir ainda.

Star Wars Episódio V: O Império Contra-Ataca: Lançado em 1980, teve dificuldades na produção e recebeu críticas mistas, mas tornou-se bem popular com o passar dos anos. Aliás, é dele que vem aquela frase: “Eu sou seu pai” (NÃAAAAAO, spoiler!).

Outro que eu não faço a mínima ideia da história, então leia o resumo aqui e seja feliz.

Star Wars Episódio VI: O Retorno de Jedi: Sua data de lançamento é 1983 (repare que eles tem mais pontualidade que esse blog: a cada 3 anos, um filme novo). Esse filme encerra o que se chama de “trilogia clássica”.

Pela terceira (e não última) vez nesse post, leia o resumo aqui.

Star Wars Episódio I: A Ameaça Fantasma: Na ordem temporal dos eventos da série, esse é o primeiro, mas foi o quarto filme lançado, em 1999, 16 anos depois do lançamento do Episódio VI. Também é o primeiro filme da “trilogia do prelúdio”, ou “nova trilogia”.

Você pode ver o resumo aqui, mas com o calor do lançamento do VIIº episódio em 2015, eu resolvi assisti-lo e fazer comentários sobre ele.

Star Wars Episódio II: Ataque dos Clones: O segundo em ordem temporal e o quinto filme lançado, no ano de 2002 (voltando aos lançamentos a cada 3 anos). Só não rendeu mais bilheteria porque Homem Aranha e O Senhor dos Anéis foram lançados no mesmo ano, porque muitos dizem que o filme é bom (e talvez eu assista-o esse ano, quem sabe…).

Resumo dele aqui nesse link.

Star Wars Episódio III: A Vingança dos Sith: Último da “trilogia do prelúdio”, e o sexto filme lançado. Sua estreia foi em 2005. Teve boas críticas e liga a história dos dois anteriores com a “trilogia clássica” (ainda bem, porque imagina fazerem duas séries com o mesmo nome sem conexão?).

Resumo aqui.

Star Wars Episódio VII: O Despertar da Força: Lançado em 2015, depois de dúvidas e especulações entre os fãs da série durante 10 anos (período no qual a Disney comprou a Lucasfilm e deixou o povo bem receoso), o filme conseguiu “resgatar a essência dos originais ao mesmo tempo em que dá cara nova à franquia” (CINEPOP, 2015).

Esse não tem resumo. Assista e depois conte pra gente.

Outros: Tem séries spin-offs como a animação The Clone Wars, Rogue One, além de uns montes de jogos, brinquedos, desenhos e conteúdo à parte, fora as teorias e fanfics que existem nos “submundos” por aí.

Enfim, se já conhecia os filmes e a série em geral, você pode se divertir com nossa série Numa galáxia nem tão distante assim (afinal, é sempre legal ver as piadas e curiosidades sabendo suas origens).

ClaMAN #QueAForçaEstejaComVocê

P.S.1: Aqui acaba minha hora extra. Se quiserem mais, comentem “Volta Darmstadtio”.

P.S.2: Com essa postagem, não esperem postagens amanhã ou sábado.

P.S.3: Porque o Star Wars Day é hoje? Porque “May the force be with you” (Que a força esteja com você, frase comum no universo Star Wars) pode ser dito mais ou menos como “May the Fourth be (…)”. May, em inglês, é maio. Fourth é o número quatro ordinal. Então, “Que o quarto [dia] de maio esteja com você”, em tradução que perde totalmente o efeito.

P.S.4: Essa postagem foi patrocinada e apoiada pela trilha sonora de Star Wars composta por John Williams. Eu recomendo.

B Ô N U S :

Se eu não colocasse nenhuma referência a anime aqui no meio, ia sentir que ficou muito “ocidentalizado”.

No Dia do Trabalho…

O que acontece em um típico Dia do Trabalho.

…O que menos se vê é gente trabalhando.

Imagem de modelos, quer dizer, trabalhadores de diversas profissões. Só coloquei essa imagem pra ilustrar.

Hoje, 1º de maio, é o Dia do Trabalho/Trabalhador. Não só no Brasil, mas em vários países também. É um dia comum para manifestações e eventos em geral relacionados a trabalhadores e, como é um feriado, algumas pessoas aproveitam para viajar (como se já não tivessem viajado o bastante na Sexta-feira Santa ou no dia de Tiradentes… Qual é o problema de ficar em casa?).

Um exemplo de manifestação que pode ocorrer nesta data. A foto é de 2008.

Em geral, grande parte dos trabalhadores não trabalha hoje. Exceto seguranças e vigias em geral, que trabalham todo dia. E médicos, enfermeiros e outros ligados à área da saúde, que não podem deixar vidas em risco só por causa de um feriado. E policiais também, provavelmente alguns fazem até hora extra hoje por conta dos eventos com muita aglomeração de pessoas em algumas cidades. Motoristas também continuam fazendo rotas hoje, principalmente de transporte coletivo (como eu disse, as pessoas aproveitam os feriados para viajar). Deve ter mais gente de outros cargos trabalhando, mas não vou me lembrar de todos agora.

Construção civil – embora eu não tenha certeza se esse setor trabalha hoje.

Enfim, um bom Dia do Trabalho. Principalmente para quem trabalha hoje. E também para quem atualmente não trabalha, mas quer/precisa de um emprego.

ClaMAN

P.S.: O desafio era fazer uma postagem do Dia do Trabalho sem comentar sobre as reformas trabalhistas e da previdência, sem reclamar dos políticos, sem citar os 14 milhões de desempregados no Brasil e sem demonstrar qualquer tendência de apoio a algum partido político. Se considerarmos que a postagem acaba na assinatura, eu consegui.

Momento história: Quem foi Tiradentes

Um pouco sobre Tiradentes e o feriado de hoje.

Hoje é (ou foi) Dia de Tiradentes, feriado nacional no meio de chuva e frio. Você provavelmente já ouviu falar disso, talvez tenha feito trabalho sobre a vida dele, mas só lembra que é feriado e você não trabalha, estuda nem faz nada.

Então, vamos para uma aulinha de história dada por um cara que não é professor (ainda) e, até 5 anos atrás, não se interessava por história.

Tiradentes. Não confiem naquelas imagens de um cara cabeludão e barbudão semelhante a Jesus.

O nome de Tiradentes é José Joaquim da Silva Xavier. Ele nasceu em 1746, época em que o Brasil era uma colônia de Portugal e sua única serventia era exportar ouro para a Coroa Inglesa. Além de dentista amador (que, na verdade, não gostava de tirar dentes, preferia tratá-los), foi comerciante, tropeiro e mineiro (aliás, nasceu em Minas Gerais) e, além disso, também foi militar.

Cidade de Tiradentes (MG). Boa ilustração de postagem.

Desde essa época, os governantes já arrancavam dinheiro, bens e direitos do povo. E chegou uma época (1788/1789) que queriam extorquir muito mais o povo. Tiradentes e outras pessoas (uns caras de classe média alta da época, meio intelectuais) começaram a tramar para tirar o governador do poder, e depois ir mais longe: com base na independência americana e no iluminismo, proclamar uma república independente de Portugal.

Só que o golpe não deu certo porque apareceu um delator que denunciou todo mundo, e no fim Tiradentes se confessou culpado por tudo (mesmo não sendo o líder), foi enforcado e esquartejado por trair a Coroa (os outros fingiram que não era com eles e saíram mais inteiros). Depois de muito tempo (após a Independência do Brasil em 1822), viram que precisavam de um herói nacional que tivesse lutado pela liberdade do país ao lado do povo e escolheram Tiradentes, o mártir da inconfidência mineira.

Parece que, pra ser um herói, tem que ter cabelão e barba. Aliás, Tiradentes morreu no dia 21 de abril. Coincidência? Acho que não…

Essa é a história sobre o feriado de hoje. A próxima “aula” é no dia 9 de julho. E lembrem-se que história é importante: estudar o que aconteceu no passado para não cometer as mesmas burradas.

ClaMAN

P.S.: O Imagem e Postagem 10 fica pra semana que vem (considerem essa postagem como um 9 2/3). Amanhã tem diário do ClaMAN.

P.S.2: Não sabia de tudo isso, mas pesquisei aqui (Blog do Kleber Teixeira), aqui (Terra Saúde Bucal (hã?)) e aqui e aqui (Minas Gerais.info).

Páscoa, ovos e coelhos

Por quê coelhos trazem ovos de páscoa?

Coelhinho da Páscoa, que trazes pra mim?
Um ovo, dois ovos, três ovos assim

E então hoje é domingo de Páscoa, dia da ressurreição de Jesus Cristo…

E dia de comer ovos de chocolate entregues por um coelho.

Será que é porque, se fosse uma galinha, a música não ficaria com a métrica certa? Será que pensaram que o coelho é da mesma espécie do ornitorrinco e da echidna e bota ovo mesmo sendo mamífero? Ou será que viram um coelho e um ovo juntos, acharam que deu uma boa combinação e resolveram transformar isso em tradição pascal?

O sentido simbólico é o mais correto (embora a primeira afirmação esteja correta porque nem “Galinhazinha da Páscoa” nem “Galinha da Páscoa” são muito bons ritmicamente, e a terceira afirmação seja parecida com uma das lendas que dizem que deu origem à imagem do coelhinho da páscoa). A Páscoa simboliza a ressurreição, ressurreição é quase o mesmo que “vida nova”, e um dos bichos mais férteis que tem no mundo é o coelho, ou seja, de gerar “vidas novas” ele manja.

E onde o ovo entra na história? Fica para ano que vem (leia-se: não sei e não vou pesquisar agora porque vou almoçar). Feliz Páscoa e fiquem com uma imagem de Jesus Ressuscitado que temos desde 2011 nesse blog:

ClaMAN

P.S.: Já foram na igreja hoje? #EuFui.

P.S.2: Próxima postagem só na quarta-feira. Lidem com isso.