Coisas que é melhor não fazer nas férias escolares

Antes de fazer alguma coisa, pense se você não está fazendo isso errado… E pense se deveria fazer isso nas suas férias.

Anúncios

Ainda estamos no meio de janeiro. Isso significa pelo menos mais 15 dias de férias para aqueles que vão voltar às aulas no começo de fevereiro.

Férias significam muitas oportunidades para fazer coisas, incluindo essas opções para quem não quer desperdiçar os dias sem aulas, cursos, trabalhos e etc. O problema é que recebi inúmeros comentários (leia P.S.1) de gente que entendeu mal (ou melhor, não entendeu) o que tentei falar na postagem anterior, então vamos lá:

Coisas que você não deveria fazer nas férias escolares

Tentar invadir uma escola: Tem instituições de ensino que oferecem cursos e atividades nas férias mas, se a escola onde você estuda não é desse tipo, não insista. Se você quer estudar nas férias, procure outras escolas na sua cidade ou cursos online, mas não fique amolando os professores de escolas em recesso, não tente seduzir os seguranças e nem tente pular portões ou muros só pra entrar na escola. Mesmo que suas intenções sejam boas, não me responsabilizo por invasões à propriedade alheia.

Achar que está num shopping quando vai a um museu: Museus são locais para você contemplar obras de arte e relíquias por lá, e não para ficar tirando selfies, comendo e sujando tudo, brincando com as obras expostas, gritando… Não me responsabilizo por broncas e expulsões.

Se perder em uma floresta ou coisa parecida: Ok, você gosta de aventura? E acha que vai ser legal entrar em uma floresta, ou visitar uma ilha isolada, ou andar por um deserto inexplorado… Pode até ser, mas quando a bateria do celular acabar e você não souber mais onde está, quem é ou qual é o caminho de volta, te desejo sorte para sair vivo e inteiro. Não me responsabilizo por choro ou por ossos quebrados.

Destruir sua casa para reconstruí-la depois: Nem sempre estamos satisfeitos com o que temos. Mesmo assim, não acho que uma nova casa fique pronta e habitável em um mês (ou menos, dependendo da duração das suas férias). Além disso, em nossa sociedade capitalista, nada sai de graça – e digamos que uma reforma seja mais barata que uma construção do zero. Não me responsabilizo por gastos com pedreiros e aluguel durante a reconstrução.

Reclamar de salário de trabalho temporário: É ótimo que você tenha conseguido um estágio ou treinamento temporário, mas lembre-se que você provavelmente não vai trabalhar muito tempo nesse lugar e que não compensa pedir aumento. Aliás, como vai provar que seu trabalho (de estagiário) merece aumento? “Ah, chefe, reconheça meus dois dias de trabalho duro…”. Não me responsabilizo por demissões.

Na dúvida, pense antes de fazer certas coisas, ou nem faça. Para esses casos, existe Netflix, Steam e outras coisas para passar o tempo.

ClaMAN

P.S.1: Colocar que recebi inúmeros comentários é emocionante, mas na verdade ninguém comentou sobre a postagem anterior.

P.S.1,5: Não seja um ninguém: comente alguma coisa.

P.S.2: Steins;Gate é ótimo. É demorado para ler (de 30 a 50 horas, segundo o VNDB – isso implica muito texto), mas é ótimo. Não terminei ainda (8 horas de jogo por enquanto), mas ainda é ótimo.

Tradução: “Eu suponho que, da sua perspectiva, parece que somos nós que estamos dentro do monitor. Hehehe, mas é nesse ponto em que você se engana!”

P.S.3: Não, ainda não fiz a agenda de 2018. Talvez eu nem faça. A vida sem um roteiro pode ser boa também… (só que, sem a agenda, a garantia de uma postagem por semana (no mínimo) fica ameaçada).

Faltam só 10 anos e 2 dias para 2028

Previsões (sem nenhuma base científica) para 2028 (porque fazer previsões para 2018 é muito comum)

Hoje é o penúltimo dia de 2017. Ou seja, amanhã é o último dia de 2017 (AHH, NÃO DIGA!) e depois de amanhã já estaremos em 2018.

Como o tempo passa…

Por falar em 2018, e ano novo, agora é hora das promessas para o ano que está chegando. Ser mais organizado, fazer dieta, ser mais gentil e paciente, terminar a faculdade, etc. No final, a gente sabe que metade dessas coisas não vai se realizar, mas ignoremos.

Na verdade, a gente não sabe como vai ser 2018. Só dá pra apostar.Eu até faria apostas, mas prefiro não arriscar (e sei que nunca acerto mesmo…). O que eu quero inventar são apostas do que vai acontecer em 2028! Afinal, 2018 é daqui a dois dias só, melhor pensar longe!

Então, em 2028…

Política

  • Trump e Kim Jong-un, se ainda estiverem vivos, vão estar casados e terão criado o país Estados Unidos da América e da Coreia (do Norte).
  • Nesse ano (se não mudarem as datas de eleições), estaremos reelegendo prefeitos e vereadores que atualmente são prefeitos e vereadores nas nossas cidades.
  • Teremos acabado de tirar do governo mais um presidente por causa de denúncias. A denúncia é que esse governante não soube usar corretamente o dinheiro público e “repassá-lo” aos deputados, então estes votaram para encerrar o mandato.

Transporte e mobilidade

  • Carros ainda não vão voar. Porém, teremos um trânsito infernal de carros autônomos disputando espaço com alguns carros não autônomos. E não adianta dizer que a culpa foi do carro que não prestou atenção.
  • O preço da energia (para abastecer carros elétricos) será tão alto quanto o valor da gasolina.
  • Pedestres continuarão sendo pedestres. Quem tem dinheiro terá jetpacks. (imagine o tanto de crianças que sairão voando por aí e acabarão perdidas…)

Tecnologia

  • Smartphones terão telas dobráveis, e os menores modelos terão tamanho de 15 polegadas. Monitores de computador começarão em 25 polegadas e a menor TV à venda terá 50 polegadas. Lógico que não existirá ninguém com visão ótima nesse mundo.
  • Aliás, por falar em visão, óculos serão como celulares, mostrando informações e notificações úteis… Junto com anúncios que tampam sua visão se você não pagar as taxas mensais da internet 9G. Ah, e se acabar a bateria desses óculos, você terá um par de lentes sem grau inúteis.
  • Mesmo com celulares com tela gigante, não existirá nenhum aplicativo útil de anotações e leitura de arquivos, então provas e trabalhos continuarão sendo feitas e impressas em sulfite.
  • Ladrões se especializarão em roubos e crimes cibernéticos. Afinal, entra ano, sai ano e sempre tem gente que cai em golpe de “clique aqui para renovar sua conta”. Claro que a polícia cibernética estará lá para ver vídeos de gatinhos enquanto deveria fiscalizar o tráfego de rede.

Sustentabilidade e ecologia

  • Algumas cidades (e uns países) que tinham poluição extrema não são mais habitáveis, estando na mesma categoria que regiões que sofreram acidentes radioativos. A previsão é que voltem a ser habitáveis em 100 anos.
  • Em cidades mais desenvolvidas, todo o lixo será sempre revistado – se você jogar algo reciclável em lixo orgânico, pagará multa. Se errar a cor do lixo (exemplo: jogar plástico no cesto amarelo, de vidro), também pagará multa.
  • Além de comida transgênero transgênica, veremos também comida reciclada. Será extremamente barata e cientistas disseram que é saudável.

Economia

  • O bitcoin estava valendo muito pouco, então foi criado o bytecoin (que vale 8 bitcoins) e, posteriormente (por desvalorização do bytecoin), foi criado o kilobytecoin, ou KBcoin (que vale 1024 bytecoins). (piada de programador)
  • Cartões de crédito serão substituídos por NFC e suas digitais. O dinheiro real, em papel, ainda existirá para aqueles que trocaram seus membros de carne e osso por partes mecânicas e, por isso, não tem digitais.

Saúde e corpo

  • Aliás, teremos “ciborgues”. Em parte. Na verdade, serão pessoas que foram pagas para (ou obrigadas a) implantar partes eletromecânicas no seu corpo para fazer serviços pesados ou específicos (imagine se você fosse um cirurgião e, em vez de uma mão imprecisa, tivesse um conjunto de bisturis, facas, agulhas e afins no braço, prontas para uso?).
  • Pessoas que sofrem de anorexia podem comprar kits que projetam a ilusão de que ela está sempre magra e de que as comidas que come são saudáveis e pouco calóricas. Porém, está gerando uma onda de uma doença em que as pessoas acham que são magras, mas são super obesas.

Cultura e entretenimento

  • Metade dos filmes que estrearão será remake de filmes antigos. E a pipoca dos cinemas será mais cara que o ingresso para o filme.
  • Dez anos após o final da onda de animes em que o protagonista viaja para um mundo alternativo, será o tempo das séries em que o protagonista que viajou para um mundo alternativo retorna ao mundo de origem.
  • Quem precisa de namoradas joystick quando se possui equipamentos e jogos de realidade virtual imersivos ao extremo? (nota: já não há mais casamentos e nem nascimentos no Japão).
  • Vários artistas e bandas que nem existiam mais vão voltar… Por “culpa” de sintetizadores de voz e algoritmos que compõem músicas baseadas no estilo dessas bandas. Sim, será controverso mas… Quem liga? Produtoras estão ganhando rios de dinheiro de qualquer maneira.
  • Canais de TV tradicionais (exceto os abertos, esses não contam) estarão extintos e se converterão a serviços de streaming sob demanda para concorrerem com o Netflix e outros. Ou seja, quando for pegar um pacote de TV por assinatura, não haverão canais, mas sim “provedores de serviços”. Quanto melhor a qualidade (16K é o que haverá de melhor), mais caro.
Yay. Kirisame Marisa, Touhou, arte por Yamabuki (Yusuraume)

Variedades

  • Por falar em algoritmos, o ClaMAN provavelmente já terá ganhado o prêmio Nobel da informática (se não existe, vai existir) por uso de inteligência artificial e aprendizagem de máquina para classificar animes de acordo com o gosto (e os fetiches) de cada pessoa com precisão de 99,9%. Se chegar a isso, lógico que ele nem terá qualquer tipo de companhia como namorada ou esposa (ou talvez terá, com as tecnologias de realidade virtual e projetamento de ilusões).

Se alguma dessas coisas realmente acontecer em 2028, é mera coincidência. Não me responsabilizo.

ClaMAN

P.S.: As postagens desse fim de ano estão mais longas do que eu esperava.

P.S.2: Curiosidades inúteis: A adaptação para anime de Toradora! estreou em 2008. Significa que, ano que vem, fará 10 anos (pois é, o anime da Taiga é mais antigo do que parece). Logo, em 2028, terá 20 anos.

P.S.3: Outra curiosidade inútil: Eu farei 33 anos em 2028. Se o Utilis Inutilis existir até esse ano, estará com 17 anos de existência… Logo, eu tinha 16 anos quando inventei essa coisa. Eu era jovem…

A promessa de ano novo para 2017 foi “organização”

Apresentando a agenda de postagens usada nesse ano aqui no blog – uma ideia boa para um blog inútil.

Depois de dois meses de NADA em 2016, eu percebi que estava indo para o caminho errado. Ou melhor, eu estava indo para o caminho certo, mas o blog não. Então decidi sentar, respirar fundo e pensar no que fazer para melhorar essa coisa.

Tipo isso. Arte por Shangguan Feiying.

O resultado foi: uma agenda de postagens, ou um “repositório de ideias” geral para todo o ano de 2017. E não é que funcionou?

Senhoras e senhores leitores, apresento-lhes o primeiro planejamento anual do Blog Utilis Inutilis!

AVISO: Parece a retrospectiva, mas NÃO É (ainda).

Continue Lendo “A promessa de ano novo para 2017 foi “organização””

Diário (inútil) do ClaMAN #11 (Final)

Comidas de Natal – parece bom.

AVISO: Essa postagem tem um monte de comidas. Recomendo ler com a barriga cheia.

Após as festividades de Natal… É hora de aproveitar para a última edição (leia P.S.2) desse diário que nunca foi diário.

Imagem ilustrativa. O ClaMAN não é a Gab de Gabriel DropOut, não está escrevendo a postagem de um laptop e nem está tomando algum líquido em uma xícara. Arte por Karin260rs.

Hoje vamos falar de comida! Ou melhor, do que sobrou da comida do almoço de Natal (se é que ainda sobrou). Afinal, quando a família tem condições, festa, ceia ou almoço de Natal costuma ser sinônimo de mesa cheia, montes de comida e família reunida (inclui trocadilhos infames e algumas perguntas inconvenientes, não podendo ser removido).

Bem, vamos começar a degustar.

Peru

Eu sei, parece frango assado nessa imagem. Ave típica de festividades como essa. Pode ser substituído por outras aves, como Chester (Perdigão), Fiesta (Sadia Seara), Blesser (Aurora) ou até frango assado mesmo (açougues e mercados por aí).

Arroz com uvas passas

Arroz com passas (e com milho e cenoura de brinde). Nada além de um arroz com uvas passas. Pode ser substituído por arroz comum (tem gente que tem trauma de uvas passas…)

Farofa temperada

Farofa temperada (e decorada com matinho). Sim, tem uva passa no meio (pode remover, se achar melhor). Se quiser, também pode ser substituída por farinha de mandioca pura ou com algum tempero.

Maionese

Maionese (com coisas junto). Em geral, coloca-se ovo cozido, azeitonas, milho e ervilha e o que você quiser. Caso tenha problemas com maionese, coma só as coisas sem a maionese. Pode ser substituído por purê de batata ou coisa do tipo.

Lasanha

Lasanha de carne com cenoura. Não esqueça de queijo, presunto e molho. Pode ser substituída por macarronada ou outras massas italianas.

Mousse

Mousse (ou musse) de maracujá (sementinhas decorativas e ruins de comer incluídas). Também fica gostoso nos sabores: chocolate, morango, laranja. Pode ser substituído por sorvete ou geladinho.

Rabanada

É algo como um pão bem decorado (ou bem maquiado). Contém leite e ovos. Pode ser substituído por pão com geleia ou doces comuns.

Pavê

Pavê de bombom. E sim, é pra comer. Pode ser substituído por gelatina ou pudim.

Panetone

Paozão macio e recheado com frutas cristalizadas (inclui uvas passas). Tem versões recheadas com chocolate também. Custa caro.

Espero que seu Natal tenha tido pelo menos algumas dessas coisas. E como é ruim ir dormir de barriga cheia, fico por aqui.

Nota: com tanta comida gostosa junta, recomendo que deixe sua dieta para o ano que vem.

ClaMAN

P.S.: A melhor parte de qualquer evento é a comida. Pronto, falei.

P.S.2: Esse é realmente o último post da série Diário (Inútil) do ClaMAN. Ano que vem estou inventando outras coisas piores… Aguardem.

P.S.3: Dois diários em dezembro? É que o diário anterior foi o de novembro, publicado atrasado.

Animes de 2017 – o resumo final (inclui garotas de anime) em roupas natalinas

Listão dos animes de 2017 que eu assisti (incluindo fanarts e imagens de personagens no clima de Natal)

Ano acabando, é hora de começar a se preparar para os lançamentos de 2018. Se teve várias estreias de filmes e séries esse ano, no mundo japonês de animes, mangás e tals não vi títulos extremamente populares (ano passado, por exemplo, teve Re:Zero, esse ano não teve)(fora isso, a maior parte de fanarts foi de jogos para celulares como Azur Lane e Fate/Grand Order, o que é um indicador de que esses jogos estão mais populares (no Japão e entre os artistas) do que animes regulares).

Não teve temporada de Re:Zero, mas tem fanart de natal. Arte por Xiao Yao Xiong.

Enfim, mesmo assim tivemos alguns destaques. Desses destaques, alguns tiveram episódios com temática natalina (embora seja realmente estranho ver episódio sobre Natal em março, por exemplo). Continuemos a celebrar o Natal revendo essas cenas (ou fanarts natalinas, na falta de cenas).

Continue Lendo “Animes de 2017 – o resumo final (inclui garotas de anime) em roupas natalinas”

Tempo de compras (de última hora)

Comprando presentes em véspera de Natal? Vish…

Exatamente um mês atrás, tivemos a black friday (onde mesmo quem fala que é “black fraude”, acaba aproveitando e comprando alguma coisa). Hoje, plena véspera de Natal, temos outro fenômeno de compras:

Chama-se “Presente de última hora“.

Amigo secreto, presentes da família, vale compras e afins – tudo agora.

Chegando no fim de ano, a gente percebe que o ano “passou rápido” demais. O mês também. Afinal, foi-se adiando a compra dos presentes desde o finzinho de novembro (aliás, deveria ter aproveitado a Black Friday para isso… Ah, mas não tinha tanto dinheiro, o 13º atrasou… Etc.), passou para a primeira semana de dezembro, depois foi adiada para dia 15, e por aí vai até que percebe-se que amanhã já é Natal.

Ah, falta um dia pro Natal… UM DIA SÓ? É AMANHÃ? COMO ASSIM, E OS PRESENTES QUE EU TINHA QUE COMPRAR? Oh Mái God!

Para a “sorte” dos retardatários, amanhã é domingo. Domingo, no comércio popular, é sinônimo de lojas fechando 14h (isso quando abrem). Como é véspera de Natal, é sinônimo de trânsito nem tão tranquilo também. Imagino montes de gente viajando de férias (incluindo lojistas).

“Desculpe, já estamos fechando por hoje. Feliz Natal, voltamos dia 2 de janeiro de 2018”.
Nas lojas abertas, é isso aí: lotação maior que praia do Rio durante a virada do ano. Nem queira ver a fila de pagamento.

O resultado de tudo isso (depois do caos e do estresse para comprar seus presentes de última hora) é que, se conseguir comprar presentes, talvez não seja “O” Presente. Provavelmente vai ter custado mais caro, talvez não seja tão satisfatório e ocasionalmente pode dar conflitos.

Vish…

Na dúvida, siga esse guia. Ou dê comida (exemplos: panetone, chocolate), pois pouca gente recusa comida.

ClaMAN

P.S.: Como sempre, não leve tão a sério.

P.S.2: Culpa da sociedade capitalista que esquece que o verdadeiro sentido do Natal é o Papai Noel e, depois, o nascimento de Jesus e a mensagem de paz, harmonia, felicidade, união da família, panetone, peru assado, uva passa em tudo quanto é comida, amigo secreto e piadas de tiozão.

P.S.3: Já sabe que, se acabou nessa situação, ano que vem é melhor se antecipar: aproveite os saldões de limpeza de estoque de janeiro para comprar os presentes para o Natal de 2018.

B Ô N U S :

Blake Friday é trocadilho: o nome dela é Blake Belladonna, de RWBY. Arte por Iesupa. Clique para ver no Danbooru.

Respondendo a dúvidas sobre o Papai Noel

Todo Natal tem o Papai Noel aparecendo. Mas que tal lermos mais sobre esse velhinho barbudo de vermelho?

Como todos (ou pelo menos a maioria dos cristãos e povos ocidentais) devem saber, daqui a dois dias é Natal. O Natal é a festa que celebra e relembra o nascimento de Jesus Cristo, segundo a tradição cristã, mas o ser mais popular que simboliza o Natal é Papai Noel.

Desenho vetorizado de Papai Noel.

Papai Noel, Santa Claus, Bom Velhinho, aquele cara barrigudo de barba branca que tem em quase todo shopping center. Segundo a lenda, ele é um senhor gorducho de barba branca de roupas vermelhas e gorro natalino que mora no Polo Norte (mais especificamente ao norte da Finlândia, segundo o Wikipedia, ou no Alasca, segundo os estadounidenses).

É dito que ele possui uma oficina de brinquedos (atualmente, deve ser uma importadora para atender também a pedidos de artigos eletrônicos e videogames, mas enfim), onde trabalham (se é remunerado, não sei dizer) elfos para produzir os artigos para as crianças.

Uma visão disneyística da fábrica/oficina/o que quer que seja do Papai Noel.

Aliás, lembremos que Papai Noel atende a pedidos de crianças ao redor do mundo, por meio das cartas (manuscritas enviadas pelo correio – nada de WhatsApp) que recebe. Se a criança foi bem comportada durante o ano (como é que ele sabe, por espionagem? Papai Noel é stalker…), então recebe seu presente de Natal.

Estive lendo aqui e parece que seu nome não está na minha lista de crianças bem comportadas… (ignore que a lista está repleta de nomes de domínios de internet)

Para as entregas, Papai Noel adota um sistema bem peculiar. Em vez de ter centros de estoque próximos aos consumidores finais (as crianças) e usar diversos meios de transporte adequados a cada região, Papai Noel prefere entregar os presentes pessoalmente, usando um trenó (bem, ele mora numa região que é gelo o ano todo, então lá funciona) puxado por renas que voam (e assim resolve o problema que seria andar com um trenó por locais sem neve), carregando os presentes num grande saco vermelho (logo, Papai Noel seria uma versão de homem do saco?).

31 horas para entregar presentes ao mundo todo = é preciso voar muito rápido MESMO.

Sem nenhum bom senso, Papai Noel entra pela chaminé (e se não tiver chaminé? Dizem que é pela janela, ou também pode ser usando magia e entrando pela porta) das casas para deixar o presente das crianças em meias na lareira (ou debaixo da árvore de Natal, ou embaixo da cama). Se encontrar biscoitos, come-os (de novo, sem nenhum bom senso).

Papai Noel invadindo, quer dizer, visitando uma casa para entregar algum presente (na verdade, pode ser um ladrão disfarçado, mas aí é outro problema).

Essa é a rotina do Papai Noel em época natalina, segundo contam.


Agora, sem mais delongas, vamos tentar responder a dúvidas:

P. Papai Noel existe?

R. Sim. Você não vê fotos dele, histórias dele e o próprio Papai Noel em shoppings e lojas? Então existe. Assim como personagens de animes existem. Se quiser outra opinião, leia aqui.

P. Ouvi dizer que Papai Noel é São Nicolau. Tá certo?

R. São Nicolau é um santo que viveu no século III. Papai Noel surgiu em torno de 1800, associado ao “Father Christmas” (Pai Natal em tradução literal) que era a representação do espírito de Natal. Uma história se funde com a outra (por exemplo, a história de que São Nicolau jogava dinheiro e comida aos necessitados pelas chaminés de suas casas (pergunta paralela: e quem não tinha casa?) e as roupas do “Father Christmas” serem semelhantes a do atual Papai Noel) e dá nisso.

P. Papai Noel é comunista? Ele tem barba, só se veste de vermelho, dá coisas pra todo mundo (como diz a música, “Seja rico ou seja pobre, o velhinho sempre vem)…

R. Ele só é um senhor generoso mesmo. Ou assim espero que seja. Aliás, segundo as histórias (e o Wikipedia), ele já teve roupas verdes, mas a Coca-Cola impulsionou o visual vermelho dele. Ou seja, se a Coca-Cola tá no meio, é lógico que ele não é comunista.

P. Qual é o endereço do Papai Noel? Quero mandar cartinha pra ele.

R. Se você estiver no Canadá, pode mandar para o código postal H0H 0H0. Na Finlândia, mande para Santa Claus Main Post Office, FI-96930, Arctic Circle, Finland. No Brasil, depende da região (afinal, com aquele casaco, Papai Noel não deve ficar muito tempo por aqui), veja em alguma agência dos Correios (ou entregue na própria agência, deve dar certo).

P. Não fui uma criança bem comportada esse ano. O que vai acontecer comigo?

R. Segundo a maioria das histórias, vai ganhar galhos ou carvão (é o que Papai Noel vai encontrar em sua lareira, se você por acaso tiver uma lareira em casa). Pode ser alho também (pra você temperar melhor sua vida). Não sei de nenhum castigo pior, então fique tranquilo (e se esforce para se comportar melhor e ganhar seu iPhone 8 no ano que vem).

P. ClaMAN, o que você pediu ao Papai Noel?

R. Férias.


E assim acaba essa postagem sobre Papai Noel.

Papai Noel te desejando Feliz Natal.

ClaMAN

P.S.: Esqueci de falar que Papais Noéis são boas opções de emprego temporário para homens idosos (embora alguns jovens também acabem sendo Papais Noéis em época de necessidade), barbudos (embora exista barba postiça) e gordinhos (embora sempre possa ser usado enchimento ou mesmo alguma almofada). Essa época de dezembro rende bastante.

P.S.2: Natal não é tempo só de presentes, é tempo também de garotas em roupas natalinas.

Aí está a roupa, só falta a garota.
Pronto, aí está a garota. Hakurei Reimu, de Touhou. Arte por Da-Mii. Clique para ver no Danbooru.