Diário (inútil) do ClaMAN #8

Agendas, compromissos e uso do tempo livre para dormir. O mês foi cheio…

Anúncios

Já perto do fim do mês, eis que surge mais uma postagem dessa série (inútil).

Imagem ilustrativa. O ClaMAN não é a Kalina de Girls Frontline (*leia P.S.1) e (ainda) não está tão estressado e sobrecarregado de trabalho quanto ela nessa fanart. Arte por Otz (Aioerk).

Tem dias em que se acorda e não quer fazer nada. Dentre esses dias, tem aqueles em que você realmente não tem nada de importante para fazer. Porém, passado o feriado de 7 de setembro, não teve um dia ainda que eu pude fazer as coisas que faço quando quero relaxar (acordar tarde, jogar muito, assistir um monte de episódios de anime e ficar acordado até tarde). Afinal, de segunda a segunda acordando cedo, quase todo dia saindo à tarde e, alguns dias, à noite, estudos e trabalhos por todo lado…

Cansei. (Remilia Scarlet, Touhou, arte por Sindre)

É tudo questão de contar o número de compromissos que tem na agenda.

  • Quase nenhum.
  • Alguns eventos esquecíveis ou esparsos.
  • Coisas de rotina, memoráveis.
  • O suficiente para precisar anotar o que tem pra cada dia em uma agenda.
  • Tantos compromissos por dia que já tá na hora de arranjar um assistente pessoal (ou alguém como secretário) para gerenciar tanta coisa.
Se eu tivesse uma agenda, ela seria quase assim.

Por conta de questão de compromissos, períodos livres que eu conseguia nos últimos dias foram investidos em algo precioso: cochilos. Prevejo postagens de monte essa semana para recuperar o tempo perdido (e, quem sabe, o calendário).

ClaMAN

P.S.0: Setembro é assim mesmo, e em outubro piora um pouquinho o ritmo de postagens.

P.S.1: Girls Frontline é (mais) um mobage (jogo para celular) chinês. Nesse, armas são personificadas como garotas.

P.S.2: De coisas que foram aparecendo, perdi o desconto de Steins;Gate no Steam. O pior é que era um desconto bom… T-T

P.S.3: Retrospectiva de setembro a partir de amanhã. Fiquem ligados no Utilis Inutilis.

P.S.4: O primeiro “volume” do Doze Estações está quase terminando de ser refeito reescrito revisado. A intenção era terminar até o fim do mês, mas… Fica pra outubro (no mínimo).

P.S.5: Para não perder o costume…

Nunca provoque uma programadora ao mudar os requisitos de um projeto de repente. Anime: New Game! (2ª temporada)(acredite, é um slice of life tranquilo e sem violência, a arma é de airsoft)

Diário (inútil) do ClaMAN #6 – Dia do Amigo

Tipos de amigos – ótimo assunto para o Dia do Amigo.

Hoje é dia de interromper minhas férias do blog mais uma vez para escrever esse negócio que na verdade é mais uma lista do que um diário (que é mensal, mas não importa).

Imagem ilustrativa. O ClaMAN não é a Sophina (de Ange Vierge) e ele não escreve livros mágicos, runas ou coisas semelhantes. Arte por Sakuragi Ren.

E hoje também é dia do amigo, dia de ouvir aquela música do Criança Esperança e aquela outra música do Milton Nascimento. Se ainda não viu, temos postagens sobre esse dia: uma aqui, outra aqui, mais uma aqui.

Grupo de amigos jogando juntos. Anime: Genshiken.

Enfim, não sei se conheço alguém que não tenha amigos. Amigos fazem parte da nossa vida assim como comida: uns são muito legais, e tem outros que, depois de um tempo, você descobre que te deixam mal… Enfim, amigos vem em vários momentos da vida e amizades podem ser de muitos tipos:

  • Colegas: o primeiro passo antes de qualquer amizade. Não são tão próximos, às vezes não tem muito assunto em comum, mas de alguma maneira muitas vezes estão no mesmo círculo social (mesma classe, grupo de trabalho, setor/departamento, etc).
  • Meio-irmãos: Vivem juntos, estão sempre conversando e/ou brigando, mas se conhecem como se fossem da mesma família há anos. Podem ser amigos de infância.
  • “Amigos”: Falam como se adorassem um ao outro, mas quando viram as costas, ai dos outros conhecidos que precisam aguentar as críticas ao “amigo” alheio… Geralmente escondem-se sob frases de “Melhores Amigos para Sempre”.
  • Amigos por favores: Só lembra da “amizade” quando precisa de alguma coisa (algo emprestado, por exemplo) ou quer que você resolva algum problema (que a pessoa sozinha não consegue resolver e você consegue). No resto do tempo, nem se lembra de sua existência.
  • Bem que podia ter alguma coisa a mais…: Pessoas que são bem próximas e tem uma boa intimidade (normalmente de sexos opostos, mas não é regra), porém uma delas (ou as duas, vai saber) sente “algo a mais” pela outra e gostaria que essa amizade se transformasse em um romance. Quando não é recíproco, resulta em friendzone.
  • Tem alguma coisa a mais: Pessoas que são bem próximas e tem uma boa intimidade (normalmente de sexos opostos, mas não é regra). Seria idêntico ao tópico acima, só que essas pessoas já fizeram “algo a mais” e mantém uma amizade porque tem um estilo de vida liberal (ou não querem assumir compromisso).

Poderia falar de mais tipos de amigos (como alguns mais sinceros), mas ainda estou de férias do blog.

ClaMAN

P.S.: Eu disse a mesma coisa há uns 3 anos, mas repetirei:

NOTA: Fazer postagem sobre amigos de infância em animes (osananajimi) no ano que vem.

P.S.2: Também já disse isso há uns anos atrás, mas eu não tenho muitos amigos (só 250 no Facebook (desse tanto aí, só uns 10 são amigos próximos) ).

P.S.3: Como estão curtindo as férias? Com seus amigos? Enquanto isso, eu estou dirigindo ônibus (sozinho), como sempre.

Diário (inútil) do ClaMAN #5

O inverno (e as férias) estão chegando… Melhor preparar os agasalhos e fazer uma bebida quente.

Já chegamos a essa época do mês de novo…

Imagem ilustrativa. O ClaMAN não é a Eiki Shiki de Touhou e nem usa uma pena para escrever (embora a pilha de papéis ao lado direito dela seja semelhante à pilha de trabalhos pendentes deste editor). Arte por Kakao (noise-111).

Assim como nossas notas semestrais, a temperatura vem caindo (pelo menos em Sorocaba) e, assim como a sucessão de provas, trabalhos e tals nos deixam preocupados, estressados e tals, o friozinho (e chuvas ocasionais) trazem algumas consequências na saúde dos mais sensíveis:

  • Gripe/resfriado: coisa mais comum que aparece. Normal ver gente espirrando.
  • Rinite: Essas mudanças meteorológicas atacam o nariz sem dó. O jeito é andar com papel higiênico do lado.
  • Tosse: Muitas vezes vem como consequência da gripe. Quando é seca, pode chamar de “tosse alérgica” (deve ser alergia ao frio, só pode)

Bem, estamos em junho e isso signica que…

O INVERNO ESTÁ CHEGANDO

Lidem com isso enquanto eu vou tomar um cafezinho quente e me agasalhar. E boa noite.

Arte original por Kaginoni. Representa meu estado (de espírito) atual.

ClaMAN

P.S.: Inalação, chás quentes e repouso = remédios para (tentar) parar essas doenças típicas da época. Se não funcionar, procure um médico.

P.S.2: Postagem sobre inverno na quarta-feira. Tem a ver com Game of Thrones? Quem sabe… :P

Diário (Inútil) do ClaMAN #3

Algumas emoções que mudam com o passar do dia. Normal, não é?

Mais uma edição (atrasada) daquele diário que não tem utilidade (e, por isso, ninguém lê) e que nem é um diário direito daquele editor que tem um diário de verdade no Twitter (@cslclaman).

Imagem ilustrativa. O ClaMAN não é a Akemi Homura de Mahou Shoujo Madoka Magica e nem está tão sem ideias quanto ela nessa fanart (artista: Torinone)(clique para ver a origem).

Enfim, na quinta-feira, foi anunciado o 16º jogo de Touhou (com isso, talvez seja hora de eu parar de enrolar e falar sobre os outros da série?). Fora isso, tem as estreias da temporada de animes (umas muito boas, outras nem tanto) e tem o resto dos compromissos (aulas, cursos, monitoria).

É tanto acontecimento que não dá pra manter o humor igual a todo instante:

  • Felicidade: Quando o programa compila e funciona certinho, quando o episódio daquele anime bom é lançado num dia inesperado (e adiantado), quando a nota na prova é (bem) maior do que a esperada, quando aquela pessoa por quem se nutre uma paixão te faz alguma declaração de afeto.
  • Frustração: Quando se desaponta alguém (ou você mesmo), quando o programa não roda direito mesmo depois de ser reescrito três vezes, quando você esperava alguém e esse alguém nem apareceu.
  • Raiva: Quando o programa continua não rodando mesmo depois de uma garrafa de café, um terço inteiro rezado e mais 5 reprogramações, quando o motorista passa direto pelo ponto mesmo você dando sinal para ele quando ele ainda estava a um quilômetro de distância.
  • Tristeza: Quando se assiste uma história dramática com final trágico, quando alguém dá uma notícia meio tensa, quando o único grupo que traduzia o único anime bom da temporada entra em hiato.
  • Alegria: Quando o dinheiro cai na conta, quando aquela pessoa por quem se nutre uma paixão responde a mensagem que você mandou.
  • Relaxamento: Quando o trabalho é concluído vários dias antes da data de entrega (e não na madrugada anterior), quando um(a) massagista oriental faz uma massagem depois de um dia duro de trabalho/estudo.
  • Mau humor: Quando se acorda em cima da hora depois de “dormir” por três horas, quando se é repreendido diversas vezes seguidas por coisas que não são responsabilidades suas, quando se está com fome e/ou sono e tem que se escutar baboseiras por aí.
  • Desespero: Quando a impressora inventa de limpar a cabeça de impressão com a tinta acabando e em plena necessidade de imprimir um trabalho de mais de 20 páginas em menos que 5 minutos, quando falta apenas 30 minutos para o fim da prova e ainda se está na primeira questão.
  • Tédio: Quando se está naquela aula de recapitulação de uma matéria que você já sabia, quando se está preenchendo montes de fichas iguais em um trabalho repetitivo, quando o mundo comum parece muito comum e nada diferente acontece.

No momento em que escrevo esta linha, a única emoção que se aplica a mim não é uma emoção, mas um estado: sono.

ClaMAN

P.S.: Esse diário saiu atrasado porque eu queria publicá-lo no dia 19, mas essa semana foi meio cheia e eu fui adiando, adiando… Escrevi na madrugada do dia 21.

P.S.2: Tentar dar um rage nesse fim de semana para agendar postagens para a outra semana e evitar esses buracos de 5 dias sem postagem.

Diário (Inútil) do ClaMAN #2

Animes da temporada que estou assistindo (e que acho bons) e seus resumos.

Mais um episódio do meu, do seu, do nosso, diário mensal inútil. Para o diário “diário”, considere seguir-me no Twitter: @cslclaman

Imagem ilustrativa. O ClaMAN não é a Tamura Hiyori (de Lucky Star) e não escreve fanfics shippando seus amiguinhos como essa personagem faz.

Meu tempo livre está diminuindo gradativamente, o que significa que o blog vai entrar de férias em breve e meu tempo para fazer coisas de lazer (dirigir ônibus, assistir animes e baixar fanarts de animes) está ficando escasso… Embora isso não signifique que eu simplesmente parei de fazer essas coisas (cinco ou seis horas de sono por dia são suficientes).

Aliás, a temporada de animes que começou em janeiro (e que já está acabando T-T) tem alguns títulos bem interessantes.


Na área do romance, resolvi ver esses mais pela curiosidade e para preencher dias vazios do que pela história:

Masamune-kun no Revenge: Sua típica comédia romântica clichê. Masamune, um garoto que era gordinho, passou a ser um narcisista obcecado com controle de calorias e malhação, tornando-se um “bishonen” (cara bonitão). Tudo isso para se vingar de Adagaki Aki, garota conhecida como “Princesa Cruel” por rejeitar e humilhar qualquer garoto que se declare a ela.

Seiren: Simulador de namoros em anime. Três garotas (Tsuneki Hikari, Miyamae Tooru e outra que ainda não assisti o episódio para saber o nome), três rotas para garotos comuns conquistarem. Se você gosta de romance sem conflitos dramáticos (como os do Masamune-kun no Revenge acima), vai fundo.

Observação: Fuuka é outro de romance, mas por conta das origens de legenda que uso, vou deixar para assistir todos os episódios juntos.


Agora, indo para comédia sem muita pretensão de ser séria (e é por isso que se chama comédia), animes cativantes surgiram:

Gabriel DropOut: Gabriel, uma anjo e melhor aluna na escola celestial, vem para a Terra para seguir seus estudos. Porém, depois que descobre o mundo dos jogos online, perde qualquer traço angelical (para terem uma ideia, tem uma demônio que é mais gentil e prestativa do que ela). O anime mostra as aventuras diárias dela, de outra anjo (meio sádica) e de duas demônios.

Kobayashi-san chi no Maidragon: Kobayashi tinha uma vidinha comum, trabalhando como programadora, até o dia em que encontrou Tooru, uma dragão (em forma humana, por conveniência), na sua porta (nota: quando beber, não suba montanhas e nem convide dragões para sua casa), se oferecendo para ser sua empregada. Daí, Tooru vai se adaptando ao mundo humano e Kobayashi conhece mais e mais dragões e seres estranhos por causa disso.


Na parte de ação (embora tenha gente que duvide da minha opinião), uma sinopse inusitada me fez assistir esse:

Youjo Senki (ou Saga of Tanya, the Devil): Um executivo, após morrer em um “acidente”, foi ressuscitado como Tanya Degurechaff, uma garota pobre, em um mundo semelhante à Europa na época da 1ª Guerra Mundial. Sem outras opções para garantir sua sobrevivência, alistou-se no exército, tornando-se uma Tenente aos dez anos e mostrando muito sangue frio e pouquíssima piedade ao ser mandada para as linhas de frente da guerra…


Por fim, um anime que me interessou pela história antes mesmo que eu começasse a assistir (e, depois que eu comecei, acabei gostando mais ainda). Se o mangá fosse lançado por aqui, eu comprava na hora.

Kuzu no Honkai (ou Scum’s Wish): Yasuraoka Hanabi e Ayawa Mugi estão saindo juntos. Mas não é como se eles estivessem apaixonados um pelo outro – na verdade, ela gosta de um professor, que considera como um “irmão mais velho”, e ele gosta de sua antiga tutora, que também despertou o interesse do professor… E, nisso, vemos até onde as pessoas (leia-se: TODOS os personagens, incluindo os que não foram citados aqui) vão para preencher sua solidão, seu vazio ou seu simples desejo sexual. Afinal, quem disse que todo mundo é certinho, puro e inocente? (Obs: cenas um pouquinho “provocativas” inclusas.)


Quem sabe eu não faça review desse último alguma hora?

ClaMAN

P.S.: Eu adoraria falar que no próximo diário vou falar de outra coisa que não sejam animes… Mas o problema é que logo começa a temporada de abril.

Diário (Inútil) do ClaMAN #1

O que andei comprando no Steam e jogando nesses dias quando não estava vendo animes.

Continuando com o diário inútil de um editor inútil e que nem é um diário porque não é publicado todo dia…

Imagem ilustrativa. O ClaMAN não é a Hieda no Akyuu (personagem de Touhou) e nem escreve de modo tão elegante (e bizarro).
Imagem ilustrativa. O ClaMAN não é a Hieda no Akyuu (personagem de Touhou) e nem escreve de modo tão elegante (e bizarro). Arte por tdk.

Adivinhem quem dormiu bem na noite anterior, por causa do fim do horário de verão? Não fui eu, obviamente (afinal, uma hora extra em um dia é o mesmo que dois episódios de anime a serem assistidos).

Mas, enfim, não é só de animes que eu sobrevivo. Café é outra coisa importante, e também temos trabalhos, quer dizer, procrastinação com jogos.

Enquanto meus colegas tem 50 ou mais jogos na conta da Steam, eu fico com meus 7 jogos atuais e digo que tenho muitos. Afinal, nem tenho tempo para jogar tudo mesmo, imagina quem tem mais de 100? (Compra, joga meia hora e vai comprar outro, provavelmente).

252530_20161016210659_1
OMSI 2

Além do OMSI 2 (que foi o jogo que me fez criar uma conta na Steam pra que eu conseguisse ativar a licença mesmo tendo comprado a versão de mídia física (CD) importada da Alemanha e com direito a pôster), com 2143 horas jogadas até o dia de hoje (se eu não estivesse fazendo postagem e revisando trabalho de faculdade, estaria aumentando), e também o Euro Truck Simulator 2 (em que tenho “apenas” 134 horas de jogo, e foi comprado durante uma promoção realmente imperdível (custou apenas R$ 12 e ainda veio com uma DLCzinha)), os outros 5 jogos são casos à parte…

20161226181748_1Game Dev Tycoon – Um jogo em que você é um desenvolvedor de jogos. Ganhe fãs, veja a evolução dos consoles e dos computadores, crie uma empresa de desenvolvimento e cuidado para não acabar falindo ao lançar jogos ruins.

simcity-4-boxSim City 4 Deluxe (Sim City 4 + Rush Hour DLC) – Esse é clássico (e antigo). Construa uma cidade, seja seu prefeito e gerencie tudo, de saneamento a áreas de lazer. Porém, cuidado com o orçamento… É preciso saber quando dá pra colocar uma Estátua da Liberdade e quando precisa investir naquele hospital que está superlotado. Eu poderia ter comprado um jogo mais moderno (Cities: Skylines), mas…

20170130171448_1Hyperdimension Neptunia Re;Birth1 (Merece uma postagem só pra ele) – É o primeiro de uma franquia de vários jogos JRPG. Em um mundo regido por 4 CPUs em uma batalha interminável, aventuras, quebra da 4ª parede e uma história de fantasia com lolis, monstros, muitas quests e coisas de anime.

captura-de-tela-2015-12-31-16-59-03Undertale (Sim, eu tenho, mas só 10 horas jogadas) (Merece uma postagem só pra ele) – Um RPG de pixel art com músicas boas e em uma história em que você não precisa matar ninguém. Na verdade, comprei mais por causa das músicas e da curiosidade de “caramba, de onde vieram tantas fanarts de crossovers entre esse joguinho e Touhou?”.

captura-de-tela-2016-07-02-18-55-59Kindred Spirits on the Roof (REALMENTE Merece uma postagem só pra ele) – Eu estava de férias em julho de 2016, Steam estava fazendo Summer Sale e decidi ver o que tinha de visual novels para comprar. Achei essa daí com as palavras chave “yuri” e “história boa”, além dos comentários realmente positivos e de ser a primeira novel sem censura à venda. Valeu a pena pagar R$ 60 por ela. Depois eu escrevo em outra postagem o por que.

E é com esses jogos (sendo que o mais jogado é realmente o OMSI mesmo) que eu passo a maior parte do tempo…

Quando não estou vendo animes.

ClaMAN

P.S.: Não prevejo muitas postagens nessa semana, mas esperem por coisas legais no Carnaval.

Diário (Inútil) do ClaMAN #0

Esse diário (que não será publicado todo dia) contém: Checklist de férias.

Em primeiro lugar, gostaria de dizer que o título está errado. Não é um diário, é um mesário (quer dizer: vai ser publicado todo mês).

__patchouli_knowledge_touhou__70ff4b0993596c9b877c522a3638bf82
Imagem ilustrativa. O ClaMAN não é a Patchouli Knowledge (clique na imagem para ver a origem).

Minhas férias estão sendo boas (comparadas ao período de aulas, pelo menos posso relaxar um pouco). Depois de um semestre realmente exigente na faculdade, está sendo um ótimo momento para… Bem… O tipo de coisa que qualquer um faz nas férias. Por exemplo:

  • Dormir tarde e acordar mais tarde ainda. Sem exigências como “acordar 5:50 todo dia”, posso ficar acordado até 3h da madrugada sem precisar de um litro de café para me manter “online” durante as aulas do dia.
  • Assistir mais animes. A cada trimestre, são lançadas novas séries e novas temporadas de um monte de animes. Digamos que nessa temporada de janeiro, tem muitas séries que estão me cativando (fica para outro diário). (e é por isso que estou dormindo tão tarde).
  • Jogar. Além de dirigir ônibus, arranjei outros jogos para ficar entretido (embora continue dirigindo ônibus mais do que jogando qualquer outra coisa).
  • Resolver projetos pendentes. Há muito tempo, em alguma postagem, eu comentei que estava fazendo uma cidade para o jogo de ônibus. Continuo fazendo. Porém, outros projetos pessoais não estão tendo o mesmo rendimento (ex.: um interpretador, um sistema de organização de imagens de animes, uma história de fantasia, um certo blog inútil).

Enfim, a única coisa que anda difícil de fazer é sair de casa para passear, porque fiz uma fusão com meu computador, percebi que a sociedade não serve para mim e me isolei no meu quarto e está chovendo bastante ultimamente.

(Nota: não, ainda não me tornei um daqueles tipos que tem medo de sair de casa).

De qualquer jeito, espero que dê para aproveitar bastante o resto das férias.

ClaMAN

P.S.: Ouvi boatos de que um certo BBB volta muito em breve. Por isso, em breve teremos AnimeRelacionado #7 e, quem sabe, #7 e 1/2