Diário do ClaMAN #10 (Então é (quase) Natal…)

Acontecimentos dos últimos 35 dias. Estamos vivos.

Boa noite, como vão vocês? Depois de um mês e 5 dias de vazio, e já perto do Natal, aqui estamos nós com o 11º (veja P.S.2) diário inútil desse editor que, até ontem, estava com os dias (um pouco) ocupados desde a manhã até a madrugada.

Imagem ilustrativa. O ClaMAN não é a Darjeeling (de Girls und Panzer (veja P.S.3)) e não está (mais) tão sonolento e estressado assim. Arte por Ree (Re 19).

Desde o dia 15 (com a última postagem desse blog), os dias foram assim:

Cifrar música ensaio tocar na missa ensaio tocar em apresentação trabalho trabalho jogar Touhou 16 (oficial do Steam) ensaio trabalho tocar em audição ensaio trabalho prova prova trabalho ensaio apresentação tocar em orquestra dirigir ônibus em jogo ensaio tocar em missa ensaio ensaio cifrar músicas acertar letras apresentação trabalho prova trabalho trabalho (de outro grupo) trabalho (extra) ensaio ensaio tocar na missa cifrar música ensaio…

Mas enfim, isso tudo lascou todo o cronograma que eu tinha para o blog durante esse fim de ano. Diante desse desafio temporal, eu tinha as seguintes alternativas:

  1. Fechar o blog de vez (essa daqui é um botão vermelho de emergência que a cada dia aumenta e agora começou a piscar)
  2. Declarar hiato até ano que vem (o problema era fazer a postagem de hiato)
  3. Fazer algumas postagens regulares (e sacrificar meus raros minutos de descanso)
  4. Nada (“ah, uma hora que eu arranjar tempo eu volto a postar…”)

Enfim, essa última foi a escolhida. Agora que estou praticamente de férias, posso fazer o plano:

5 semanas em 5 dias

A ideia é postar (quase) tudo o que estava planejado a partir de 15 de novembro agora, nesses 5 dias (20-24 de dezembro), considerando pelo menos uma postagem por semana. Não sei se dá para perceber, mas essa postagem aqui é a primeira.

Aguardem mais postagens em breve.

ClaMAN

P.S.1: Aliás, faltam 5 dias para o Natal…

Uma Flandre natalina pra vocês. Arte por Rikatan.

P.S.2: Esse diário está numerado como 10, mas é o 11º. Lembrem-se que sou programador, e programadores começam a maioria das contagens com zero.

P.S.3: Girls und Panzer é um anime em que garotinhas pilotam tanques de guerra da 2ª Guerra Mundial como se fosse um esporte.

Tipo isso. Fanart por Siraha.

P.S.4: A agenda para esse fim de ano está lotada. Não esperem por surpresas ou postagens grandes e, se quiserem, agendem para 2018.

P.S.5: Nesse meio tempo, Touhou 16 ~ Hidden Star in Four Seasons (ou HSiFS para encurtar) foi lançado oficialmente no Steam, custando 30 reais (um preço que considero bom).

“Aqui está a habilidade de jogar Touhou oficialmente sem precisar pagar fortunas e muito tempo por importações suspeitas ou sem precisar recorrer à pirataria”. Arte por Suenari (peace)

Um Dia das Bruxas no Brasil atual

Bruxas? Doces ou travessuras? Abóboras? Nada disso – aqui é Brasil!

Gostosuras ou travessuras? Hoje é Dia das Bruxas, o dia considerado por alguns como o mais assustador do ano (outros já consideram que dias assustadores são os dias de resultados de provas, dia de recebimento de contas, e por aí vai). Fantasias de criaturas horripilantes, abóboras e decorações aterrorizantes, além de doces (ou travessuras) completam o cenário para mais um Halloween.

Olha essa decoração. Bem halloweenesca, não é?

Claro que isso é só nos EUA e outros países com essas tradições. Nossa tradição brasileira (que tentou chamar o dia de hoje em Dia do Saci) faz uma ou outra festinha à fantasia, uma ou outra promoção “monstruosa” e várias críticas de religiosos a uma data aparentemente ligada ao satanismo. Ou seja, mais um dia comum.

Mas somos brasileiros, afinal – e isso inclui nossa capacidade de zoar qualquer coisa! Incluindo nossos políticos e governantes…

Temos um presidente vampiresco que hora ou outra suga o sangue e os direitos de umas pessoas…

Daria um bom vilão de filme de terror.

Temos uns ministros federais que às vezes nos assustam com suas declarações e aparência (e também pela roupa que parece capa de bruxo)

Outro que daria um bom vilão.
BU!

Não poderíamos esquecer também de cada notícia que nos atinge com um susto e um terror estremecedor…

Essa é pra matar… Com facadas sucessivas no bolso.

Como essa postagem ficou mais assustadora do que eu pensei… Melhor parar por aqui. Antes que alguém realmente morra depois de tanto susto.

ClaMAN

Agradeço ao Sensacionalista pela inspiração.

P.S.: Deveria ter colocado um aviso sobre conteúdo aterrorizante.

B Ô N U S :

Continue Lendo “Um Dia das Bruxas no Brasil atual”

31 de Outubro e mais seres sobrenaturais (de animes) que parecem crianças

Criaturas sobrenaturais, muitas delas com mais de um século de vida… Mas com carinha de crianças! Só em animes…

Hoje é o Dia das Bruxas, ou Halloween (para os gringos)!

Nada melhor que uma imagem de Marisa Kirisame, feiticeira de Touhou, como representante do dia de hoje. Arte por Chiroru (Cheese-roll)

Nos EUA, principalmente, hoje é dia de crianças se fantasiarem de fantasmas, bruxas, vampiros, monstros e outras esquisitices para pedirem doces por aí. Como eu já disse (e não terminei) em outra postagem, mesmo que os japoneses não pareçam ter essa mesma tradição, tem inúmeros casos de seres sobrenaturais representados com aparência infantil em animes, mangás e afins. Muitas vezes, esses personagens na verdade já tem mais anos de vida do que a Guerra dos Cem Anos (que durou 117 anos). Vamos ver mais 3 deles (ou delas, melhor dizendo):

Krul Tepes – Owari no Seraph

Pose e circunstância. Arte por Manami Tatsuya.

Assim como as três anteriores, ela também é uma vampira. Também parece uma garota pré-adolescente (mesmo que sua idade seja estimada em mais de 1200 anos (segundo a Wiki)). Também é orgulhosa e sente-se superior (embora ela tenha razões para ser superior: no mundo de Owari no Seraph, ela é a vampira rainha do Japão (após um vírus que matou muita gente e tals)). (Será que tem algum motivo para vampiras serem retratadas como garotas pré-adolescentes? Isso é um assunto digno de postagem futura)

Naruse Maria – Shinmai Maou no Testament

Parece uma garota adorável… Arte por Nozomi Tsubame.

Essa carinha inocente e aparência de menina recém saída da infância, na verdade, é só disfarce para uma demônio (para ser mais específico, uma súcubo), com a mente mais pervertida que muito personagem de anime harém por aí. Ela vive provocando e incitando os personagens da história, e não perde oportunidade para usar suas magias e contratos (eróticos na maior parte do tempo) (e ainda filma os “processos”).

Higashihongan Sanae – Rokujouma no Shinryakusha!?

Uma companheira de quarto do além. Arte por Peeyu.

Um jovem estudante consegue alugar um pequeno apartamento por um preço bom até demais. O problema é que ele não demora muito para descobrir que o quarto dele é assombrado por essa fantasma aí de cima, que quer a todo custo que ele (ou qualquer outro inquilino) saia daquele local (depois eles viram amigos). Fora isso, uma sacerdotisa de uma tribo estranha, uma alienígena e uma garota mágica também estão de olho no mesmo quarto, mas aí passa de assombração para harém.

Essas são só algumas personagens… O mundo dos casos em que as aparências enganam é muito mais vasto.

ClaMAN

P.S.: Daqui a pouco tem mais Halloween. Sem ser de anime.

B Ô N U S :

Bakemonogatari de novo (aproveitando que o assunto é fantasmas): essa é Hachikuji Mayoi, uma assombração “perdida” (assista para entender). Seu passatempo preferido é falar errado (sem ser de propósito) o nome do protagonista. Arte por Ogipote.

Sexta-feira 13 e seres (de animes) que parecem crianças

Um dia depois do Dia das Crianças… Seres sobrenaturais que só parecem crianças

A segunda sexta-feira 13 de 2017. Mais um dia para quem sofre de parascavedecatriafobia ter problemas, um dia considerado de azar para alguns (e de sorte para outros, como habitantes da Itália) e, enfim… Uma sexta-feira pós-feriado.

Sorria, pois é sexta-feira 13

Hoje, como sempre, é dia de falar de coisas sobrenaturais, talvez aterrorizantes. Vampiros, súcubos, fantasmas… Animes, assim como outras mídias, trazem esses tipos de figuras tenebrosas de montes, mas talvez não em uma forma convencional… Como ontem foi dia das crianças, aqui estão 2 personagens de animes que parecem crianças, mas provavelmente são mais velhas que sua avó.

Oshino Shinobu – Bakemonogatari

Nem parece uma criatura sobrenatural, não é? Arte por “Is II”.

Essa garotinha inocente que usa óculos de aviação e adora donuts não parece, mas tem 300 anos de idade (ou mais) e é uma vampira realmente poderosa (cujo nome completo, quase impronunciável, é Kiss-shot Acerola Orion Heart Under Blade). O problema é que ela acabou perdendo seus poderes e sua forma original (que não é nem um pouco infantil). Mesmo parecendo ter apenas 12 anos (+ ou -), tem um orgulho próprio imenso.

Flandre e Remilia Scarlet – Touhou Project

Uma controla o destino, a outra destrói coisas… Quer irmãs vampiras mais agitadas que essas duas? Arte por Amakaze Sora.

Essas duas você já deve ter visto: duas irmãs vampiras, a mais velha (Remilia, à esquerda) tem 500 anos e a mais nova (Flandre, à direita) tem “apenas” 495. Claro que a aparência das duas também é bem infantil (11 anos, por aí), e a atitude (uma tem um carisma gigante, a outra quer apenas brincar) não ajuda a pensar na real idade delas. Como nota, uma tem a habilidade de controlar o destino, e a outra… Destruir coisas.

ClaMAN

P.S.: Parte 2 amanhã. Ou não.

Frio à moda brasileira

O inverno chegou, afinal.

O inverno chegou! (E, agora, não dá mais pra fazer trocadilho com Game of Thrones)

Imagem de Touhou para evocar o espírito dessa estação. Arte por Kaatoso.

Enfim, se você não fez isso ainda, é hora de tirar agasalhos e cobertores de dentro do guarda-roupa. Mesmo sabendo que o solzinho da tarde vai esquentar tudo e provavelmente as blusas extras voltarão amarradas na cintura ou carregadas no braço.

Temos férias escolares no mês que vem, aliás… Mesmo sendo inverno, nenhum inverno brasileiro é tão rigoroso que impeça o brasileiro de viajar para a praia, por exemplo.

Esse é o tipo de coisa que surge quando neva demais.

Ah, mas já que é inverno, melhor viajar para o sul e curtir a neve que às vezes aparece? Se você tiver boa sorte, vai conseguir ver um pouquinho de gelo em alguns lugares por lá.

Lembrando que logo teremos algumas madrugadas mais frias do ano e o noticiário não vai cansar de anunciar isso todo dia.

ClaMAN

P.S.: Não estou com senso de humor hoje.

Festas juninas

Postagem sobre festas juninas em puro sotaque (estereotipado) de caipira procêis.

Aviso: essa postagem contém sotaque estereotipadamente caipira.

O arraiá começô, cumpadi!

Já que tâmo em junho, o que tem em um monte de lugar é festa junina (purquê se fosse em julho, seria julina, uai sô).

Mas… Por quê qui é junina? Num podia sê em outro mêis? Aí eu é que te exprico, cumpadi: é que junho é o mêis que tem um monte de dia de santo: Tem as festa de Santo Antônio, o santo casamenteiro, no dia 13 (oia só, um dia depois do dia dos namorado!). Depois, o santo festeiro (e o santo qui também dizem qui deu nome pra festa), São João, dia 24. E, por úrtimo, 29 de junho é dia de São Pedro.

Óia os mister e as miss caipirinha do ano!

Essas quermesse é tudo de bão, num é, cumpadi? De comida, vai tê tudo quanto for coisa de milho (bolo, pamonha, curau, pipoca e o que mais ocê lembrá), cuscuz, paçoquinha, arroz doce, pastel (pera, isso foi o povo da cidade que trouxe), pé de moleque… De bebida tem quentão e vinho quente pra aquentá, hehe.

E num é só de comida que nóis se diverte, intão tem um monte de brincadeira típica, fora as música (forró, baião e outras modinha que o sanfoneiro quisé tocá) e, claro, a quadrilha!

Num vai pensá naquelas quadrilha de bandido não! Quadrilha de festa junina é dança, que veio lá da França e virô tradição pros lado de cá. E pode dançá de tudo quanto é jeito, quem quisé: muié, home, criança ou vovô, só num dá pra dançá sem par. A ponte quebrô! É mintira!

Fogueira, pau de sebo e pescaria são outras coisa qui tem em umas festa junina por aí. E o correio elegante, pra paquerá as caipirinha… Tem uns qui bota inté bingo no meio da festa (depende da sorte)! Tinha balão também, mas hoje em dia é perigoso dá incêndio, intão vamo só ficá com balão de mintirinha.

Taí umas ideia procê decorá sua festa junina, cumadre. Esse num tem perigo de pegá fogo.

Agora é hora de aproveitá a quermesse! Vai procurá a festa mais perto docê, cumpádi!

CraMâm

P.S.: Peço desculpas (ou não) a todos os caipiras ou a aqueles que falam com sotaque caipira e se sentiram ofendidos com a postagem.

P.S.2: Festas juninas são mais populares em igrejas (por seu sentido religioso e pelo valor arrecadado com venda de comidas e tal) e escolas do fundamental (porque é bonitinho ver as crianças dançando quadrilha e, para alguns, é a única vez na vida que vão poder ficar de mãos dadas com uma garota, dançar com ela e ainda chamá-la de “par”).

P.S.3: Essa postagem era para ser publicada na quarta (que foi um dia depois do dia de Santo Antônio), mas uns remédios para uma tosse chata e um estômago em crise me deram uma sonolência braba. Estou melhor agora.

B Ô N U S :

Uma fanart de uma “fazendeira” conta como representação de caipira em anime? Espero que sim. (Kazami Yuuka (ou USC) de Touhou, arte por Mokku)

Aumente o volume

Nove músicas de estilos variados para qualquer um curtir.

Prepare-se para uma sessão musical.

Ou seja, eu estou sem ideias então vou colocar um monte de vídeos que travam seu PC (ou travariam 4 anos atrás).

No total, aqui tem 9 vídeos de músicas. Dentre clipes, singles, trilhas sonoras e etc. Talvez algum te agrade, ou não, mas aí dependerá de você. E não, não vai ter nenhum rock/heavy metal ou similar. (Mas abra seu coração, algum outro estilo pode te agradar…)

⑨ – Tema de jogo

Beloved Tomboyish Daughter – ZUN/Team Shanghai Alice

Essa musiquinha tem tanto sentido que merecia um post só pra ela, assim como a U.N.Owen was Her? (bem, são duas músicas do mesmo jogo da série Touhou Project…)

8 – K-Pop [Korean Pop]

Gangnam Style – PSY

Mesmo já tendo acabado a onda de fama, a dança e o clipe inteiro ainda são bastante marcantes (afinal, o estilo K-Pop não é referência para danças comuns, não é mesmo?)

7 – Sertanejo

Vida Boa – Victor e Léo

Perfeita pra quem já pensa em comprar um sítio pra quando envelhecer… Ê, vida boa…

6 – Pop americano

Bad Romance – Lady GaGa

Sim, já faz muito tempo que essa música bombava por aí. Desculpem, eu não consigo ficar prestando atenção a novidades no mundo pop.

5 – Orquestral brasileiro

Mourão – Guerra Peixe

Uma música com ritmo brasileiro, feita por um compositor brasileiro. Admita que também achou divertida de ouvir.

4 – Religiosa

Hallelujah – original por Leonard Cohen, versão de Sam Alves

Dizem que é uma das músicas mais bonitas de todos os tempos. Com tantas versões gravadas, duvido que você nunca tenha escutado ela por aí, seja na igreja ou fora dela.

3 – Pagode japonês (WTF?)

Querido meu amor – Y-no

Quando você achava que japoneses já tinham feito de tudo, você lembra que eles também podem criar, tocar pagode e cantar em português.

2 – Soul/Blues instrumental

Green Onions – Booker T. & The MGs

O órgão Hammond, a guitarra, o ritmo… O gênero blues (e seus irmãos próximos) tem muita composição boa para mostrar.

1 – Trilha sonora para qualquer coisa

Anti-couple dialog – ClaMAN

Não tenho paciência pra fazer vídeo (nessa hora, adoro o Soundcloud). Essa música tem uma segunda versão com uns solinhos a mais, mas fica pra outro post.

ClaMAN

P.S.1: Da série “postagens achadas nos rascunhos do blog” (tinha as 4 primeiras músicas).

P.S.2: Bem, ela estava nos rascunhos desde setembro de 2013. Quase 4 anos! E só precisei trocar as chaves por parênteses para ficar atual.

P.S.3: Depois de falar tanto de jogos (mais especificamente, Touhou), achei que uma coisa diferente faria bem para o blog.